Projeto Viva o Centro a Pé, agora com audiodescrição e libras

Em um projeto piloto, a caminhada orientada Viva o Centro a Pé do sábado, 24/11, será dirigida também a pessoas com deficiência visual e auditiva, contando com a participação de profissionais de mediação em libras e especialista em audiodescrição.

foto da plateia do Teatro São Pedro, de Porto Alegre

PraCegoVer: Visita interna ao Theatro São Pedro é parte do roteiro do próximo passeio

Com saída às 10h do Caminho dos Antiquários, na Demétrio Ribeiro em frente à Praça Daltro Filho, no encontro das ruas Coronel Genuíno e Marechal Floriano, a caminhada terá duração de duas horas, com roteiro subindo a Av. Borges de Medeiros pelo Viaduto Otávio Rocha, até a Praça da Matriz, com apreciação do Monumento a Júlio de Castilhos (que fará 100 anos no próximo ano); Igreja da Matriz, e visita interna ao Theatro São Pedro.

Inscrições – Os interessados devem solicitar inscrição pelo e-mail vivaocentroape@gmail.com e aguardar confirmação. Para participar é necessário doar alimentos não perecíveis, que serão encaminhados a instituições do município. Outra opção é a doação de ração para cães e gatos, que será destinada aos animais, por meio da SEDA (Secretaria Especial dos Direitos Animais). Existem caixas para o recolhimento no ponto de saída da caminhada.

Orienta a caminhada o arquiteto Glênio Vianna Bohrer, mestre em arquitetura e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem atuação na área do Design contando com trabalhos selecionados para o Salão Design Movelsul e Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. Autor do livro Arquiteturas Cisplatinas, é funcionário da Prefeitura de Porto Alegre desde 1982, onde coordena o Projeto Viva o Centro, desde 2005, e é gerente do Programa Cidade Integrada.

Como esse roteiro será especial, dirigido também para pessoas com deficiência, participam Simone Andréia da Costa Dornelles, que fará a interpretação em libras e César Fraga, na audiodescrição. Essa experiência, segundo Glênio Bohrer, visa à implantação desse sistema no calendário do Viva o Centro a Pé para 2013, com datas específicas.

Simone é formada em Magistério no Centro Estadual de Formação de Professores General Flores da Cunha, graduanda em Pedagogia pela Ufrgs e formada em Libras Avançado/Rumo Norte. Traz no seu currículo a mediação em Libras na 8° Bienal do Mercosul/MARGS, no Festival de Cultura Surda (Artes Visuais)/Ufrgs e na Exposição de Arthur Bispo do Rosário- A poesia do fio /Santander Cultural, entre outros trabalhos.

César é jornalista, é roteirista de audiodescrição e audiodescritor desde 2010, quando foi aluno da especialista em Audiodescrição Lívia Motta, pelo Instituto Vivo. Foi um dos roteiristas de AD do filme Saneamento Básico, de Jorge Furtado e de mais de uma dezena de curtas-metragens.

Caminho dos Antiquários – A feira Caminho dos Antiquários é parte integrante de programas do governo municipal, com o objetivo de revitalizar a área central. O espaço, já repleto de lojas de antiguidades, foi transformado em uma grande feira a céu aberto. A rua Marechal Floriano, entre a Fernando Machado e a Demétrio Ribeiro, é fechada ao trânsito e as lojas colocam seus produtos na rua. As caminhadas do Viva o Centro a Pé são realizadas duas vezes por mês, sempre aos sábados, orientadas por professores especialistas em história ou arquitetura. A realização é do Programa Viva o Centro e Secretaria da Cultura (SMC), apoio Secretaria do Planejamento e Gabinete da Primeira Dama.

Mais informações pelo telefone 3333-1873. Visite o site www.portoalegre.rs.gov.br/vivaocentro.

Texto de: Mirian Bravo, Edição de: Manuel Petrik, Portal PMPA

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação