plataforma Internacional de Dança fará 3 apresentações com audiodescrição

A Plataforma Internacional de Dança é um projeto que realiza ações ao longo do ano promovendo vínculos entre cidadãos através da vivência da dança. Em 2012 comemora a sua 4ª edição reconhecendo a dança como parte fundamental da cultura na sociedade baiana, brasileira e sul-americana e por isso traz a cada ano uma grande variedade de iniciativas que permitem aos cidadãos o encontro com esta arte: catálogo de difusão, mostras de espetáculos, intervenções urbanas, seminários, publicações em sites e revistas, oficinas, residências artísticas, workshops e projetos sociais.

Plataforma Internacional de Dança

Os três primeiros anos de Plataforma Internacional de Dança foram muito importantes para reconhecer a que este projeto se propõe, qual é sua importância e porque seguimos promovendo-o na cidade de Salvador. Foi bem importante ver crescer estas ações, ver como vão mudando ano a ano, aprofundando, criando novos espaços, desenvolvendo novas dúvidas e vontades de experimentar rumos, olhares, encontros.

Esse ano queremos nos debruçar especialmente na questão da relação com os públicos, não apenas pela constatação de uma necessidade econômica ou política, senão também pelo reconhecimento de que arte e vida fazem parte de um mesmo circuito, pela noção de que as artes e suas reverberações pertencem à produção simbólica de todos e pela necessidade de fazer vínculos mais profundos entre cidadãos e suas obras, que pensando no mundo no qual se inserem, se manifestam esperando que ideas/formas/falas produção reação, criem diálogos, gerem discussão, questão, dúvida…

Continuamos aprofundando nas questões geopolíticas, valorizando o território latino-americano como possível espaço de trânsito constante, discutindo nossas práticas profissionais, achando brechas para gerar mais e mais rumos de inserção no mundo econômico, social, político.

Para isso teremos 6 dias de programação intensa com 10 espetáculos, 5 dias de discussões sobre as relações entre dança e públicos, e inauguramos nosso programa de mediação cultural, que agrega pessoas, sentidos e diversidade de públicos para nossas atividades.

Ações

SEMINÁRIO DE ECONOMIA DA DANÇA: O Seminário de Economia da Dança é uma iniciativa que pretende convocar a classe da dança e profissionais da economia, direito, gestão cultural, dentre outros, a debater as problemáticas que giram em torno da sustentabilidade da dança, o fortalecimento da cadeia produtiva, o reconhecimento de políticas públicas de financimento e fomento.

MOSTRA ARTÍSTICA PID: A Mostra Artística PID é um espaço de apresentação de espetáculos em diversos formatos, que durante uma semana valoriza e divulga obras produzidas no estado da Bahia e na América Latina, gerando trocas constantes entre o público baiano e estes artistas. No total já foram apresentadas 23 obras, vindas de diferentes países (Argentina, Uruguai, Colômbia, etc) e vários estados brasileiros (Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, etc), tornando-se um espaço de grande confluência e otimização de oportunidades e recursos, potencializando a força da dança baiana e latino-americana através da aproximação desses contextos artísticos-culturais.

JORNADAS SOBRE CURADORIA: As Jornadas Sobre Curadoria são espaços de discussões e reflexões aprofundadas que têm como objetivo pensar sobre o que constitui o fazer dos curadores de arte, como seu trabalho influencia na relação da arte com a sociedade, quais são suas responsabilidades éticas e como estes curadores envolvidos levam à frente seus trabalhos no Brasil e na América Latina. Organizado em diferentes formatos a cada ano, vem realizando encontros intensivos entre curadores/artistas, residências periódicas com estudantes de artes e palestras com bate-papos e interação com os participantes em geral.

CATÁLOGO VIRTUAL DE DANÇA – EDIÇÃO BAHIA: O Catálogo Virtual, lançado em 2009 e atualizado em 2012, é uma iniciativa que aglutina informações sobre produtos de dança realizados no estado da Bahia, servindo como um veículo de difusão sistemática e constante destes produtos, objetivando fomentar a difusão, circulação e sustentabilidade da dança nas mais variadas configurações.

PROGRAMA DE MEDIAÇÃO CULTURAL: A PID quer trazer a mediação cultural, para atender nossa preocupação sobre a dificuldade de aproximação de públicos para dança, pensando que a PID não é um projeto que inicialmente se preocupa com quantidades de pessoas, mais sim com a qualidade de relação que estabelecemos com as pessoas que se aproximam do projeto. Desta forma, nesta edição faremos ações pontuais de acolhimento de novos públicos para dança, realizando atividades artísticas que sensibilizam o olhar do espectador no momento prévio à fruição e convocará momentos de expressão das percepções do público posterior à fruição, não em forma de bate-papo com o artista, senão de conversa com os mediadores, a participação do artista neste momento dependerá do público, da disponibilidade de tempo e do perfil do artista para este tipo de ação.

Audiodescrição: Teremos três espetáculos com audiodescrição, realizada por Ana Clara Oliveira, Bailarina, Audiodescritora e Mestranda em Dança (PPGDANÇA UFBA).

Os espetáculos que acontecerão com audiodescrição são:

  • 07/12 – O Corpo Pertubador, do coreógrafo Edu O (Brasil)

    Escola de Dança da UFBA, às 16h
  • 08/12 – Mounstro, do coreógrafo Alejandro Tosatti (Costa Rica)

    Teatro Molière (Aliança Francesa)
  • 10/12 – Estudo para Lesma, da coreógrafa Clara F. Trigo (Brasil)

    Teatro Espírita Leopoldo Machado – Rua da Boa Viagem

Tanmbém no dia 07/12 às 10:30 acontecerá uma oficina na Escola de Dança da UFBA com Edu O, aberta para o público com deficiência visual.

espetáculos

  • Gráfico Planificado da Violência
  • Pues sí, no soy un bailarín
  • Pues sí, no soy un héroe
  • O Corpo Perturbador
  • Piranha
  • Mounstro
  • DanzaDensa
  • Mujerzuela
  • Estudo para Lesma
  • Disculpe, usted podría coreografiarme?

Esperamos re-aproximar os caminhos entre dança e vida, entre dança e ciência, entre dança e educação. Esperamos que você possa nos acompanhar e que construa junto novos olhares para os cidadãos que fazem esta Plataforma Internacional de Dança!

Equipe Plataforma Internacional PID 2012

Direção Artística: Nirlyn Seijas

Curadoria: Eduardo Santana, Melissa Proaño, Catarina Gramacho e Nirlyn Seijas

Direção de Produção: Catarina Gramacho

Produção Executiva: Raissa Biriba, Tamia Guayasamín, Emilena Santos, Nei Lima, Fayga Moreira, Inah Inarenam

Coordenação de Mediação Cultural: Milena Mariz e Nilzete Araújo

Mediadores: Melissa Proaño, Ana Luiza Reis, Eline Gomes, Milena mariz, Nilzete Araújo, Janaína Javier, Fayga Moreira

Coordenação de Avaliação: Fayga Moreira

Assistência de Avaliação: Emilena Santos

Coordenação Técnica: Moises Vitorio da Conceição

Coordenação de Comunicação: Maria Laura Corvalán

Assessoria de Imprensa: Nilton Lopes e Monica Pereira

Material Visual: Isabela Trigo e Fernanda Pinheiro

Web Designer: Diego Fox

Registro Audiovisual: Vitor Venas

Fotografia: João Mirelles.

Fonte: Plataforma Internacional de Dança

Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon


Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon