Ary Barroso: do Princípio Ao Fim

Depois de se aventurar na pele de ícones da MPB como Cauby Peixoto e Nelson Gonçalves, Diogo Vilela encarna o compositor de "Aquarela do Brasil" no espetáculo Ary Barroso – Do princípio ao fim, em que faz seu début como autor. É uma biografia teatralizada vivenciada por seu protagonista como o grande testemunho dos fatos – explica Diogo, que também assina a direção do musical. Estão previstas sessões com recursos de acessibilidade no primeiro e terceiro domingo de cada mês.

Ary Barroso do princípio ao fim

O espetáculo Ary Barroso – do princípio ao fim é inédito, o primeiro escrito pelo ator Diogo Vilela. O musical fala dos últimos dias do grande compositor de "Aquarela do Brasil" que, acamado com total atenção de sua esposa, é chamado para ser homenageado pela Escola de Samba Império Serrano e ser tema do desfile daquele ano – 1964. Assim, Ary Barroso vai relembrando sua vida, a criação de seus grandes sucessos e também a presença de grandes personalidades e amigos que fizeram parte de sua vida, como Carmem Miranda, Lamartine Babo, Aracy Cortes, Alda Garrido e outros, compondo um grande painel da vida artísticas da década de 30/40.

Acessibilidade em Ary Barroso – Do Princípio ao Fim

O projeto de acessibilidade no Teatro Carlos Gomes tem o patrocínio da Petrobras, foi idealizado pela Lavoro Produções e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura do Rio.

As sessões com acessibilidade não geram custo extra para os usuários dos recursos. O preço do ingresso varia de acordo com o espetáculo, e geralmente segue a política de preços populares da Prefeitura do Rio.

O público deverá avisar na bilheteria se fará uso de algum dos recursos, para definir sua posição no teatro: os usuários das legendas devem se posicionar nas poltronas do balcão do teatro; os usuários da Interpretação em LIBRAS devem buscar os lugares no lado direito da platéia; e os usuários de audiodescrição não têm lugar definido. A equipe do teatro e a nossa equipe estão à disposição para facilitar a entrada de todos. Para as pessoas com deficiência visual, fazemos sempre uma visita guiada ao palco para reconhecimento do cenário, impreterivelmente 30 minutos antes do início do espetáculo. Por isso, é importante que cheguem com mais antecedência.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma


Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma