Comunicação acessível para o desenvolvimento inclusivo

Este artigo, intitulado A Comunicação Acessível e o Desenvolvimento Inclusivo, apresenta uma contribuição sobre como a política de comunicação para inserção de acessibilidade na televisão brasileira atua – ou deveria atuar – para o desenvolvimento inclusivo, principalmente de pessoas com deficiência visual, pessoas com deficiência auditiva, pessoas com dislexia, pessoas com deficiência intelectual e idosos.


A acessibilidade comunicacional ainda é considerada como uma das linhas de pesquisa e de atuação na área da Comunicação. Uma das políticas de comunicação que vêm fomentando a atenção para esse tipo de acessibilidade é a política de acessibilidade na televisão brasileira.

Considera-se que ela se iniciou em 2005 e até o momento ainda não logrou resultados satisfatórios para grande parte dos espectadores que necessitam de audiodescrição, legenda oculta e janela de intérprete de LIBRAS para usufruir o fluxo televisivo.

Leia o artigo completo de Flávia Machado.



Mais sobre audiodescrição