Oficineiros descreverão peças para a Exposição Sobre Paurillo Barroso

A oficina irá capacitar pessoas interessadas em ter acesso aos princípios da arte de audiodescrever peças de exposição para pessoas com deficiência visual, objetivando audiodescrever 20 peças que irão compor a "Exposição sobre Paurillo Barroso", que será montada no Museu da Imagem e do Som de Fortaleza em abril de 2013.

Serão audiodescritos fotografias, correspondências, partituras e objetos tridimensionais do acervo de Paurillo Barroso.

O que é audiodescrição

A audiodescrição é uma modalidade de tradução audiovisual desenvolvida para atender as necessidades da pessoa com deficiência visual e/ou intelectual, favorecendo-lhe a acessibilidade cultural na visitação em exposições de obras de artes visuais, que consiste na análise criteriosa e consciente dos elementos de caráter visual que deverão ser traduzidos em palavras, relacionando e estabelecendo equivalências entre dois códigos diferentes de comunicação, unidades visuais e unidades linguísticas, narradas ao vivo ou gravadas, editadas e disponibilizadas por meio de equipamentos multimídia (mp3, mp4, palm top etc.).

Ministrantes

Klistenes

PraCegoVer: Klistenes Braga

Mestre em Linguística Aplicada com ênfase em Tradução Audiovisual por meio da Audiodescrição pela UECE, formado em Artes Cênicas pelo Centro de Artes Cênicas do Ceará, pesquisador do Grupo LEAD, sócio fundador do Grupo Bandeira das Artes e associado fundador da Associação dos Tradutores Audiovisuais do Brasil – ATAV BRASIL (www.atavbrasil.blogspot.com). Produtor Cultural e Audiodescritor que, ao longo de mais de 4 anos de atuação, contemplou a tradução de várias produções visuais e audiovisuais no Estado do Ceará, tais como espetáculos teatrais e de dança, filmes, programas de TV, exposições museológicas, monumentos, festivais de cinema e de teatro, mostras acessíveis, atividades de formação acerca da audiodescrição, das quais merecem destaque: Oficinas de Audiodescrição para Produtos Audiovisuais e para o Teatro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal-RN, 2012; Oficinas de Introdução à Técnica da Audiodescrição, no II Seminário Leitura de Olhos Fechados, Vitória da Conquista-BA e Jequié-BA, 2012; Palestra no Curso de Graduação em Design, da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012; Palestras sobre audiodescrição proferida no 3º Ceará Cine Fórum da UNIFOR, Fortaleza-CE, 2011; Oficina de Audiodescrição para o Cinema e para o Teatro, ministrada na VIII Semana de Humanidades e II Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC e UECE, Fortaleza-CE, 2011; Palestra sobre audiodescrição no cinema, proferida no II Seminário Internacional sobre Inclusão, Exclusão e Diversidade, João Pessoa-PB, 2011; Palestras sobre audiodescrição no cinema e no teatro, proferidas na mesa redonda "Acessibilidade: arte, cultura e (in)formação" do I Seminário Leitura de Olhos Fechados, Vitória da Conquista-BA, 2011; Curso de Audiodescrição, ministrado na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte-MG, 2010; e Ciclo de palestras proferidas no projeto MISturas Culturais do Museu da Imagem e do Som durante a VIII Semana Nacional de Museus: Audiodescrição em Cinema, Audiodescrição em Teatro e Audiodescrição em Museus, Fortaleza, 2010.

Bruna Leão

PraCegoVer: Bruna Leão

Mestre em Linguística Aplicada com ênfase em Tradução Audiovisual por meio da Audiodescrição pela UECE, formada em Artes Cênicas pelo Centro de Artes Cênicas do Ceará, pesquisadora do Grupo LEAD, sócia fundadora do Grupo Bandeira das Artes e associada fundadora da Associação dos Tradutores Audiovisuais do Brasil – ATAV BRASIL (www.atavbrasil.blogspot.com/). Produtora Cultural e Audiodescritora que, ao longo de mais de 4 anos de atuação, contemplou a tradução de várias produções visuais e audiovisuais no Estado do Ceará, tais como espetáculos teatrais e de dança, filmes, programas de TV, exposições museológicas, monumentos, festivais de cinema e de teatro, mostras acessíveis, atividades de formação acerca da audiodescrição, das quais merecem destaque: Oficinas de Audiodescrição para Produtos Audiovisuais e para o Teatro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal-RN, 2012; Oficinas de Introdução à Técnica da Audiodescrição, no II Seminário Leitura de Olhos Fechados, Vitória da Conquista-BA e Jequié-BA, 2012; Oficina de Audiodescrição, no CUCA Che Guevara, Fortaleza-CE, 2012; Mesa redonda Acessibilidade Audiovisual: Garanta você também esse direito, no CUCA Che Guevara, Fortaleza-CE, 2012; Palestras sobre audiodescrição proferida no 3º Ceará Cine Fórum da UNIFOR, Fortaleza-CE, 2011; Oficina de Audiodescrição para o Cinema e para o Teatro, ministrada na VIII Semana de Humanidades e II Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC e UECE, Fortaleza-CE, 2011; Palestra sobre audiodescrição no cinema, proferida no II Seminário Internacional sobre Inclusão, Exclusão e Diversidade, João Pessoa-PB, 2011; Palestras sobre audiodescrição no cinema e no teatro, proferidas na mesa redonda "Acessibilidade: arte, cultura e (in)formação" do I Seminário Leitura de Olhos Fechados, Vitória da Conquista-BA, 2011; e Ciclo de palestras proferidas no projeto MISturas Culturais do Museu da Imagem e do Som durante a VIII Semana Nacional de Museus: Audiodescrição em Cinema, Audiodescrição em Teatro e Audiodescrição em Museus, Fortaleza, 2010.

Dados da oficina

De 29 a 31 de janeiro de 2013.

Das 8 as 12 e das 14 às 18 h. (com intervalo para lanche e pausa para almoço)

Pré-requisito: 1º grau completo.

Vagas: 20 alunos (mais 5 ouvintes).

Inscrições: 3101.1204 (Rosinha).

Obs.: O aluno que obtiver 70% de presença receberá certificado.

Fonte: monumento, Arquitetura e Arte

Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na


Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na