Bela Aurora do Recife celebra Wilton de Souza

A partir da próxima semana, a capital pernambucana irá celebrar a multiculturalidade do artista e pesquisador Wilton de Souza, foco da mostra Bela Aurora do Recife, que terá sua abertura na próxima terça-feira (05/03) às 19h, no Centro Cultural dos Correios, com um bate-papo com o artista. A exposição abre para visitação na quarta-feira (06/03) e segue até 26 de maio.

Wilton de Souza

Com a curadoria de Betânia Correa de Araújo, os visitantes poderão redescobrir uma dinâmica de produção e estética que dialoga com o universo recifense em diversos segmentos, como a pintura, cenografia, design, tapeçaria e escultura.

A mostra seguirá o traço do artista, desde suas primeiras incursões artísticas nos anos 1940, a partir da criação do Atelier Coletivo da Sociedade de Arte Moderna, grupo que se posicionou como uma alternativa às técnicas ensinadas na Escola de Belas Artes, incentivando a criação de subsídios para novos artistas, cujas criações provocaram, em iguais proporções, admiração e críticas do cenário local.

Wilton de Souza Álbum de Gravuras

Entusiasta do ensino informal em contraponto ao academicismo, Wilton Souza chegou a ocupar uma sala no Liceu de Artes e Ofícios com os cursos promovidos. A iniciativa logo se estenderia ao universo das galerias: foi a partir delas, que o artista abraçou os novos criadores, ao olhar mais atentamente o setor da comercialização de obras de arte. "Se eu não consigo vender o meu, eu vendo de outro artista. Eu fico muito satisfeito em vender o trabalho de um colega. Porque estou incentivando, apoiando um colega. Nosso trabalho todo é de incentivo a esses artistas", reflete Wilton.

A incursão na Editora Universitária e a Gravadora de Discos Rozenblit permitiu que Souza desenvolvesse seus talentos como ilustrador e designer, com a criação de mais de cem capas de livros e discos. Entre os ofícios acumulados de pintor, gravador, escultor, tapeceiro, cenógrafo e designer, o artista afirma o desenho é a sua paixão: "Eu sou desenhista, desenho muito, dou muito traço, risco muito, porque em todo esse traço que sai é gravada minha espontaneidade, a minha força, meu calor humano, é gravado tudo nesse trabalho. Eu me sinto muito mais à vontade como desenhista, fazendo as monotipias".

Wilton de Souza - capa do livro Viva O Cordão Encarnado

Acessibilidade

Uma exposição que celebra um artista que abraçou diversos segmentos das artes, não poderia deixar de abraçar a variedade de público presente na cidade. Para tanto, o projeto expográfico da Bela Aurora do Recife foi pensado em termos de legibilidade e acessibilidade pautados pelas normas da ABNT, dando vez a adultos de pé, cadeirantes e crianças. A exposição ainda contará com o serviço, via agendamento, de audiodescrição para deficientes visuais, desenvolvido pelos especialistas Ernani Ribeiro e Lais Castro.

Ao todo, a mostra dispõe de quatro momentos que mostram diversas facetas de Wilton de Souza. São eles: "O artista", com pinturas, gravuras e desenhos; "O Gráfico", onde serão apresentadas capas de discos, livros e ilustrações; "O pesquisador", onde a equipe de mediação vai experimentar técnicas artísticas desenvolvidas pelo artista; e "O gestor", com um vídeo de 12 minutos com depoimentos de intelectuais e artistas sobre a participação do artista na gestão de espaços importantes para a cena das artes plásticas da capital pernambucana, como a Galeria Recife, a Galeria Rozenblit e a Galeria de Arte Metropolitana do Recife, atualmente o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, onde até hoje permanece como um dos gerentes.

Interação e criação do público

A mostra terá uma ação educativa planejada para a mediação da exposição, coordenada por André Aquino. Tratam-se de atividades pedagógicas em um espaço preparado dentro da própria exposição, como um pequeno atelier, onde crianças de escolas públicas e particulares, irão criar desenhos semelhantes aos que o artista produz e experimentar técnicas de gravura. Para isso, serão utilizados materiais reciclados e será adotada como temática questões relacionadas ao meio ambiente. Esta atividade também contará com um agendamento de visitas com audiodescrição para deficientes visuais.

O projeto é patrocinado pelos Correios e Ministério da Cultura, conta com o apoio do Centro Cultural Correios – Recife e a realização da Art.Monta Design.

SERVIÇO

“Bela Aurora do Recife – Exposição Wilton de Souza

Abertura: 5 de março de 2013
Visitação: 6 de março a 26 de maio de 2013
Agendamento de visitas para escolas e deficientes visuais: agenda_belaaurora@yahoo.com.br
Local: Centro Cultural dos Correios – Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife – Recife – PE
Texto: Juliano Mendes da Hora – Ascom MinC / RRNE, com informações de Eva Duarte.
Foto: Maíra Gamarra

Fonte: Blog da RRNE / MinC

Mais sobre audiodescrição
Pai da Aviação e Patrono da Força Aérea Brasileira, Alberto Santos Dumont tem sua vida
Fotografias que ficaram guardadas por anos e objetos pessoais do fotógrafo amador Alberto de Sampaio
Além da Pele: A Beleza da Alma e da Família é uma exposição composta por


Mais sobre audiodescrição
Pai da Aviação e Patrono da Força Aérea Brasileira, Alberto Santos Dumont tem sua vida
Fotografias que ficaram guardadas por anos e objetos pessoais do fotógrafo amador Alberto de Sampaio
Além da Pele: A Beleza da Alma e da Família é uma exposição composta por