Era Uma Vez Eu, Verônica: com audiodescrição nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira (11/03), às 19h30, o Cinema São Luiz recebe a produção "Era uma vez eu, Verônica", de Marcelo Gomes, com o recurso de tradução visual conhecido como áudio-descrição. Classificação Indicativa: 16 anos).

Era Uma Vez Eu, Verônica - cartaz do filme

"Era uma vez eu, Verônica" é o primeiro longa-metragem pernambucano com áudio-descrição e já abre caminho para outras produções, diz Francisco Lima, Professor da disciplina de Áudio-descrição do Curso de Rádio, TV e Internet da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). "Ter um filme pernambucano com áudio-descrição nos cinemas de Recife pode ser um pequeno passo para a inclusão das centenas de milhares de pessoas com deficiência visual em nosso Estado, mas é, certamente, um passo gigante contra a exclusão comunicacional que impera no circuito fílmico comercial", complementa.

Sobre o filme:

"Era uma vez eu, Verônica" competiu no 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e conquistou os prêmios de melhor filme – júri oficial, melhor filme – júri popular, melhor ator coadjuvante para W.J. Solha, melhor roteiro para Marcelo Gomes, melhor fotografia para Mauro Pinheiro Jr, melhor trilha sonora para Karina Buhr e Tomaz Alves Souza, e o prêmio Vagalume de melhor longa-metragem, avaliado por um júri de pessoas com deficiência visual.

No 60º Festival de Cinema de San Sebastian, "Era uma vez eu, Verônica", recebeu Menção Honrosa, pela sua participação na seção Horizontes Latinos.

Já no 9º Amazonas Film Festival o longa-metragem recebeu os prêmios de Melhor Filme e Melhor Atriz (Hermila Guedes) pelo Júri Oficial. Aqui também foi exibido com audiodescrição.

Sinopse:

Na produção, Verônica (Hermila Guedes) tem 24 anos e vive uma fase de transição. Ela mora com o pai, José Maria, e acabou de se formar em Medicina. Sem tempo para a agitada vida que tinha quando era estudante, ela agora se dedica ao início da vida profissional em um ambulatório de hospital público. As condições são precárias e o cotidiano muito cansativo, não apenas pelo trabalho em si, mas também por ouvir os problemas de dezenas de pacientes todo dia. Uma noite, ao voltar para casa, ela resolve usar o gravador para falar de seus próprios problemas. O início segue o melhor estilo dos contos de fadas, com o clássico "era uma vez".

Ficha Técnica da Audiodescrição:

Roteiro: Patrícia Pordeus.
Consultores: Francisco Lima e Milton Carvalho.
Locução: Ruan Carlos Lima.
Técnico de Som: Nando Lobo.
Assistente de Produção Executiva: Tarsila Tavares.
Produção: REC Produtores (www.recprodutores.com.br).

Serviço:

"Era uma vez eu, Verônica" com direção de Marcelo Gomes.
Quando: segunda-feira (11/03).
Horário: às 19h30.
Onde: Cinema São Luiz, Recife, PE.

Fonte: Ler Para Ver

Mais sobre audiodescrição
Esplendor" (ou "Hikari", no original) é uma lufada de delicadeza numa safra de filmes pesados.
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Na próxima sexta-feira (29/07), a Filmes Que Voam lançará gratuitamente em seu portal o filme


Mais sobre audiodescrição
Esplendor" (ou "Hikari", no original) é uma lufada de delicadeza numa safra de filmes pesados.
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Na próxima sexta-feira (29/07), a Filmes Que Voam lançará gratuitamente em seu portal o filme