Blitz Sensorial – Circo Tihany

Mais Palhaçada boa – Sob a lona do espetacular Circo Tihany, números de mágica de tirar o fôlego e acessibilidade razoável, considerando se tratar de uma atração itinerante

  • foto 1
  • foto 2
  • foto 3
  • foto 4

Crédito das fotos: Tiago Queiroz/Estadão

Avaliação das famílias

Ian: Acho que o circo poderia disponibilizar um serviço de audiodescrição. Sem isso, não da para aproveitar.

Cleide/Emilly: Eu adorei o espetáculo, mas não gostei do atendimento que foi péssimo até saberem que estávamos pelo jornal, aí a história mudou de rumo – Tudo começou com a entrada do taxi que impediram de entrarmos, disseram que o desembarque era lá fora, aí quando o taxista disse que era cadeirante o rapaz deixou entrarmos e pararmos numa vaga de deficiente, onde o taxista ficou preenchendo o boleto e eu fui sozinha retirar a cadeira de rodas e colocar a emilly na cadeira. Para minha surpresa haviam dois seguranças me olhando e nenhum se quer ofereceu ajuda. Assinei o boleto, o taxista saiu e eu fui de encontro com a entrada e logo fui barrada com o segurança me perguntando do ingresso. Respondi que estava pelo jornal e pedi para chamar o Henrique. Foi onde ele apareceu com os ingressos nas mãos e disse ao segurança que podia deixar entrar. Aí a história mudou de rumo, o segurança quis conduzir a cadeira até a entrada e foi super gentil. Fala sério, fiquei brava essa hora e respondi não precisa. Precisava de ajuda para desembarcar, o que não ocorreu. Mesmo assim ele fez questão e nos conduziu até o palco. Mas, em questão de acessibilidade achei legal tudo plano. Quero agradecer mais uma vez por tudo, pela gentileza, o carinho, a atenção que teve conosco, e principalmente pela oportunidade de conhecermos alguns lugares onde não faziamos idéia de que existisse.

Luciene/Kelly: como Wagner não pode ir, convidamos Kelly e a mãe que participaram da matéria ano passado, com a equipe do Instituto Chefs Especiais. Kelly adorou os palhaços e ficou impressionada com os números de mágica.

Circo Tihany. R. José Gomes Falcão, s/nº, Barra Funda, 4003-1527. Dias 19 e 25/4, 20h; dia 26/4, 16h e 20h; dias 21 e 28, 11h30 e 15h30. R$ 30/R$ 180.

por Fernanda Araujo

Fonte: Caderno Divirta-se – O Estado de São Paulo

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação