Vai começar o Palco Giratório 2013

Pelo 7º ano consecutivo, Recife recebe o maior evento de artes cênicas do país.

Promovido pelo Sesc, o Festival Palco Giratório Recife traz para o público local uma programação múltipla de espetáculos, trazendo diferentes linguagens cênicas, além de atividades formativas. De 3 a 31 de maio, a capital pernambucana será o palco de 46 espetáculos, de 42 companhias vindas de treze estados brasileiros.

Os espetáculos serão encenados de terça a domingo em seis teatros da cidade (Marco Camarotti, Capiba, Barreto Júnior, Hermilo Borba Filho, Apolo e Santa Isabel), a preços populares. Haverá ainda apresentações gratuitas nas praças do Campo Santo, em Santo Amaro, e do Carmo, no bairro de Santo Antônio, e na esplanada do Parque Dona Lindu.

A edição 2013 do Palco Giratório traz pela primeira vez, a linguagem da intervenção urbana, com {pingos&pigimentos}, do Coletivo Construções Compartilhadas (BA), e chama atenção também por contar com cinco monólogos. Entre eles, O Filho Eterno (RJ) que ganhou o prêmio Shell de melhor ator em 2011. Entre os grupos convidados pela curadoria local para participar do FPG Recife, os destaques são o espetáculo Viúva, porém honesta, do Magiluth (PE), que encerra o Festival; a estreia infantil De Íris ao Arco-íris, com encenação de Jorge de Paula, e o exercício teatral Sereia, de Marcondes Lima.

Segundo a coordenadora do Palco Giratório em Pernambuco, Galiana Brasil, o FPG Recife traz algumas ações exclusivas, além das apresentações do circuito nacional. "Ações como as Conexões, a Cena Gastrô e a Cena Bacante são exclusivas do nosso Festival e este ano estão ampliadas. Também trazemos duas novas iniciativas: a Cena Fotô, um workshop de fotografia de cena, e o Jornal Ponte Giratória, com quatro edições relatando tudo o que acontece na programação e aprofundando as reflexões em torno das artes cênicas", adianta Galiana Brasil.

Nesta edição, as conexões com outros estados foram ampliadas e o número de espetáculos nacionais convidados para o Festival aumentou. Em parceria com os Departamentos Regionais do Sesc do Rio Grande do Sul (Rec-PoA), Espírito Santo (Diálogos Capixabas) e Alagoas (Cena Alagoana), Recife recebe seis espetáculos das conexões durante a programação.

As ações paralelas como a Cena Bacante e a Cena Gastrô permanecem na programação do festival. A Cena Bacante, espaço para a experimentação – com performances, trabalhos conclusos, obras abertas ou em processo de criação -, este ano será realizada no Centro de Articulação de Saberes Artísticos (C.A.S.A.), nas sextas-feiras, às 23h. Já a Cena Gastrô traz à cena os artistas da gastronomia, que inspirados pelos espetáculos que estarão presentes no Festival Palco Giratório, criaram os mais diferentes pratos e drinks exclusivos. São seis restaurantes participantes: Oficina do Sabor, Kovacic, Cozinhando Escondidinho, La Pasta Galleria, Nossa Casa e Restaurante-Escola do Senac.

Cinco espetáculos contam com os recursos de audiodescrição, para pessoas com deficiência visual, e tradução em libras, para pessoas com deficiência auditiva. Para a classe artística e para os que desejam conhecer mais do universo das artes, o projeto realiza, ainda, atividades formativas, como debates, pensamentos giratórios e oficinas. A novidade entre as ações formativas deste ano é a Cena Fotô, ação exclusiva do FPG Recife, em parceria com o Instituto Candela. Os alunos da oficina de fotografia de espetáculo, realizada nos dias 27 e 28 de abril, vão poder praticar o olhar cênico na fotografia durante o Festival.

Fonte: Revista Algomais

Mais sobre audiodescrição
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Amantes do cinema francês têm a oportunidade de acompanhar até o dia 22 de junho


Mais sobre audiodescrição
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Amantes do cinema francês têm a oportunidade de acompanhar até o dia 22 de junho