Teatro Acessível: campanha Arte Prazer e Direitos

Em contraponto aos "artistas" que teimam em fazer do plenário da Câmara dos Deputados palco para intolerância, preconceito e discriminação, hoje (9) personagens de fato, de direito e de verdade prometem roubar a cena para lançar a campanha Teatro acessível: arte, prazer e direitos.

A jornalista Cláudia Werneck, diretora da ong Escola de Gente, que há mais de dez anos trabalha pela inclusão das pessoas que têm qualquer deficiência, fala da iniciativa em pról do teatro acessível e antecipa a audiência pública, que contará com libras, legenda eletrônica, audiodescrição, braile e estenotipia.

Apresentação Mara Régia.



Mais sobre audiodescrição