Viva o Centro a Pé, neste sábado (18)

A caminhada orientada Viva o Centro a Pé do próximo sábado, 18, será dirigida também a pessoas com deficiência visual e auditiva, já que contará com a participação de profissionais de mediação em Libras e especialista em audiodescrição.

Viaduto Otávio Rocha

Viaduto Otávio Rocha será um dos locais visitados no roteiro do dia 18

O roteiro será pelo centro baixo e terá início às 10h, com saída do totem do Caminho dos Antiquários, na rua Demétrio Ribeiro, em frente à Praça Daltro Filho. Após subir a rua Marechal Floriano, o passeio seguirá pela avenida Borges de Medeiros (por baixo do Viaduto Otávio Rocha) e rua da Praia até a Praça da Alfândega.

A caminhada será orientada pelo professor de história da Ufrgs, Renato Holmer Fiore, além da interpretação em Libras de Simone Dornelles, audiodescrição de César Fraga. A duração é de aproximadamente duas horas. Em caso de chuva, o evento será cancelado.

No sábado acessível, pessoas com deficiência visual necessitam de voluntários para conduzi-las na caminhada. Solicitamos às pessoas que se disponibilizarem a atuar como guias que se apresentem à organização do evento 20 minutos antes da caminhada.

Os interessados devem solicitar inscrição pelo e-mail vivaocentroape@gmail.com e aguardar confirmação. Para participar é necessário doar alimentos não perecíveis. Outra opção é a doação de ração para cães e gatos, que será destinada aos animais, por meio da Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda). Existem caixas para o recolhimento no ponto de saída das caminhadas.

Quem orienta:

Renato Holmer Fiore é formado pela Ufrgs (1987), mestre em História pela PUCRS (1992), Ph. D em Arquitetura pela Universidade de Londres – Bartlett School of Graduate Studies, do University College London (2001), professor do Departamento de Arquitetura da Faculdade de Arquitetura da Ufrgs desde 1993, com atuação em disciplinas de História da Arquitetura e Teoria e Estética da Arquitetura e, desde 2005, do Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura (Propar) da Ufrgs.

Simone Andréia da Costa Dornelles é intérprete de Libras, formada em Magistério no Centro Estadual de Formação de Professores General Flores da Cunha, graduada em Pedagogia pela Ufrgs e formada em Libras Avançado/Rumo Norte. No currículo, a mediação em Libras na 8ª Bienal do Mercosul/MARGS, entre outros trabalhos.

César Fraga, jornalista, é roteirista de audiodescrição e audiodescritor desde 2010. Foi aluno da doutora em Linguagem e especialista em Audiodescrição Lívia Motta, pelo Instituto Vivo. É audiodescritor de filmes, aulas de EaD e eventos.

A realização é da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) – Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo – e do Programa Viva o Centro, com apoio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

por Vanessa Oppelt Conte

Fonte: Viva o Centro a Pé

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação