Não perca a VI edição do Festival Assim Vivemos

O "Assim Vivemos" está chegando à sua 6ª edição comemorando 10 anos de existência, pois o nosso festival é bienal: estreou em 2003 e seguiu com edições inéditas em 2005, 2007, 2009 e 2011. Realizamos itinerâncias em outras cidades em 2010 e em 2012, ampliando cada vez mais seu alcance e possibilitando que mais pessoas se beneficiem da experiência de conhecer, através dos filmes, histórias de vida inspiradoras e altamente transformadoras.

Não podemos deixar de mencionar que nunca recebemos tantas inscrições de filmes brasileiros como neste ano. E o mais importante não é apenas a quantidade, mas a qualidade da maior parte da produção. Para nós, é uma grande satisfação poder anunciar que, este ano, temos uma ótima safra de filmes nacionais.

É difícil dizer se esse incremento da produção brasileira de filmes sobre deficiência tem uma relação direta com os 10 anos de realização do Festival Assim Vivemos. Ao longo desses anos, temos sido testemunhas, para nossa felicidade, de uma sempre crescente preocupação da sociedade brasileira, de modo geral, com as questões das pessoas com deficiência.

O Festival Assim Vivemos se orgulha de ter sido o pioneiro na acessibilidade em produtos culturais e de ter introduzido no Brasil a Audiodescrição, recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Ao longo desses 10 anos, vimos a acessibilidade em produtos culturais ganhar espaço na TV, nos teatros e em grandes eventos, como a Conferência das Nações Unidas, Rio+20. É um indicador de um processo mais amplo de compreensão da importância da inclusão das pessoas com deficiência de forma universal.

Dedicamos esta edição do festival à memória de Marco Antonio de Queiroz, especialista em acessibilidade web, autor dos sites Bengala Legal e Acessibilidade Legal, e primeira pessoa cega a ser membro do júri de um festival de cinema no Brasil. MAQ, como gostava de ser chamado, foi um grande divulgador e incentivador da audiodescrição no Brasil e nos deu a honra de sua presença como jurado no Festival Assim Vivemos 2007.

Rio de Janeiro: 21 de agosto a 1 de setembro;

São Paulo: 2 a 12 de outubro.

Acesse www.assimvivemos.com.br para ver a programação e locais de exibição (RJ e SP).

Créditos

Patrocínio: Banco do Brasil

Realização: Centro Cultural Banco do Brasil

Diretora: Lara Pozzobon

Produção: Lavoro Produções Artísticas

Produção Executiva: Fernando Pozzobon

Curadoria: Gustavo Acioli e Lara Pozzobon

Coordenação de Produção: Rita Mendes

Assistente de Produção: Paula Durand

Projeto Gráfico: Aline Carrer

Troféu: Virgínia Vendramini

Assessoria de Imprensa Rio de Janeiro e São Paulo: Agência Febre

Divulgação Institucional: Nara Monteiro

Tradução e Legendas: 4 Estações

Site: Plano-B Design

Roteiros (audiodescrição e voice over): Cinema Falado

Coordenadora de Audiodescrição: Graciela Pozzobon

Atores (audiodescrição e voice over): Ana Paula Fazza, Jean Bodin, Ricardo Soares, Rodrigo de Bonis, Viviane Coutinho, Georgea Rodrigues

Recepcionistas: Livia Santos, Roberta Meireles

Edição do Looping: Terêncio Porto – Carambolas

Vinheta de abertura: Nick Klam

Filmagem e edição: Carambolas Produções

Apoios: Golden Tulip, Apfel, Le Pain Du Lapin, Cantina Luna di Capri, Piolin Cantina e Pizzaria

Fonte: Assim Vivemos

Mais sobre audiodescrição
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Amantes do cinema francês têm a oportunidade de acompanhar até o dia 22 de junho


Mais sobre audiodescrição
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Amantes do cinema francês têm a oportunidade de acompanhar até o dia 22 de junho