O Tempo e o Vento: Sabesp e Secretaria de Cultura patrocinam a audiodescrição

"O Tempo e o Vento" é livremente adaptado da obra de Erico Verissimo, e tem direção de Jayme Monjardim. O filme conta a história de duas famílias opostas, a Terra Cambará e a Amaral, que viveram em confronto durante cento e cinquenta anos. Diante desse combate, o longa acompanha a formação do Rio Grande do Sul, a povoação do território brasileiro e a demarcação de suas fronteiras. A produção é de Rita Buzzar.
O longa traz no elenco grandes nomes como Fernanda Montenegro, Paulo Goulart, Thiago Lacerda, Cleo Pires, Marjorie Estiano, José de Abreu, entre outros. Na adaptação cinematográfica, o olhar de Bibiana Terra Cambará, vivida por Fernanda Montenegro, é o fio condutor da narrativa. Em meio ao cerco do casarão de sua família pelos Amarais, ela se vale de sua memória para lembrar e contar sua história e as de seus antepassados. "O Tempo e o Vento" faz ainda um resgate histórico do Estado do Rio Grande do Sul, e do Brasil. "A construção da cidade cenográfica no Parque do Gaúcho, em Bagé, envolveu mais de 200 trabalhadores durante mais de seis meses", conta a produtora Rita Buzzar. A cidade, com 17 edificações e 10 mil metros quadrados, ficará de herança para o local, podendo se tornar um museu a céu aberto. "Essa é uma das obras mais importantes do nosso país. Ter a oportunidade de dar vida aos personagens do Erico Verissimo com toda essa produção nos deixa orgulhosos do nosso trabalho. E o nosso país volta a acreditar na nossa cultura, em nossa história", afirma Jayme Monjardim. O diretor viajou a Budapeste para acompanhar a gravação da trilha sonora do longa, composta pelo maestro paulista Alexandre Guerra. As gravações foram realizadas em um estúdio da orquestra sinfônica da cidade húngara. O filme tem direção de fotografia de Affonso Beato e foi o primeiro a ser inteiramente filmado com a câmera Sony F65. A câmera oferece resolução 4K, a melhor possível até o momento para captar e exibir imagens digitais.

Com objetivo de incentivar a cultura, A Sabesp/Secretaria da Cultura de São Paulo assina o patrocínio da audiodescrição do filme.

A Nexus Cinema, dirigida por Rita Buzzar, é a empresa produtora do filme. Globo Filmes, Panda Filmes, Cereja S.A., RioFilme, Cabanha São Rafael assinam a coprodução. Os produtores associados são Gocil, CiaRio, G8 e James Lynch. A distribuição será feita pela Downtown Filmes e Paris Filmes, com codistribuição da RioFilme. O filme tem patrocínio de: Vivo, Banrisul, Souza Cruz, PanVel Farmácias, Ibravin/Vinhos do Brasil, Eletrobrás, Latina, Eletrobrás/CGTEE, Secretaria de Esportes e Lazer do Rio Grande Do Sul, Sabesp e Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, Cabanha da Maya e Azul. O filme tem estreia prevista para 20 de setembro. Fonte: Primeiro Plano Comunicação

Mais sobre audiodescrição
Esplendor" (ou "Hikari", no original) é uma lufada de delicadeza numa safra de filmes pesados.
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Na próxima sexta-feira (29/07), a Filmes Que Voam lançará gratuitamente em seu portal o filme


Mais sobre audiodescrição
Esplendor" (ou "Hikari", no original) é uma lufada de delicadeza numa safra de filmes pesados.
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Na próxima sexta-feira (29/07), a Filmes Que Voam lançará gratuitamente em seu portal o filme