Fechado para restauração, Museu do Ipiranga vai se tornar mais acessível

O Programa de Editais 2013, coordenado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, aprovou projetos referentes a atividades do Museu Paulista. Os projetos visam tornar o museu acessível para os visitantes com deficiência. Confira o resumo das propostas abaixo.

O Museu Paulista além dos muros: materiais educativos acessíveis

O Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, é uma instituição centenária, de caráter científico, cultural e educacional, de expressiva representatividade nacional e internacional.

Desde sua inauguração, em 1895, apresenta-se como espaço de formação para diferentes perfis de público, especialmente o público escolar.

Na última década, com a criação do Serviço de Atividades Educativas (SAE) tem sido intensificada essa vocação e amplificada a gama de ações que possibilitem ao público visitante uma fruição mais adequada, prazerosa e profunda do seu acervo.

Nesse sentido, desenvolveu uma gama variada e multiforme de materiais de apoio como forma de oferecer formação complementar para professores, alunos e pessoas interessadas nos temas tratados pelo Museu estimulando a reflexão crítica sobre os mesmos.

Assim sendo, este projeto tem como principal objetivo tornar disponível e amplificado o enorme potencial desse material por meio do desenvolvimento de uma plataforma virtual, vinculada ao site do Museu.

O diferencial, entretanto, está no fato de que toda essa produção será revista e terá formatação readequada, inclusive com recursos de áudio-descrição e tradução para LIBRAS, de forma a se tornar plenamente acessível, contemplando e incluindo também as pessoas com deficiência.

A memória da Independência do Brasil ao toque das mãos: preservação e acessibilidade no Museu Paulista

O Museu Paulista é uma instituição centenária que ocupa significativo edifício- monumento construído no final do século 19 e tem sob sua guarda um significativo acervo vinculado à história do Brasil e de São Paulo, da passagem do século 19 para o século 20.

Referência nacional e internacional, recebe inúmeros visitantes que o buscam motivados principalmente pela sua vinculação com os eventos da Independência e pela memória histórica construída a partir de pinturas e esculturas de gênero pintura histórica, intensamente divulgadas em livros didáticos e outros meios por décadas.

Assim sendo, visando potencializar e aprimorar o atendimento aos diferentes perfis de público que o visitam, inclusive aqueles com deficiência, e tornar mais significativa a experiência no espaço expositivo, este projeto prevê a elaboração de recursos multissensoriais referentes à exposição elaborada na gestão do diretor Affonso Taunay em 1922, que engloba as áreas do Saguão, Escadarias e Salão Nobre.

Para tanto, serão elaboradas maquetes, telas táteis, miniaturas de esculturas, traduções em LIBRAS e áudio-descrição de imagens, além de trilhas sonoras para equipamentos de áudio-guias já adquiridos pelo Museu, que serão utilizadas tanto no espaço do museu quanto em ações extramuros e projetos de itinerância.

Por suas características, esses recursos possuem forte potencial educativo e lúdico para qualquer perfil de público e garantem o acesso e a inclusão daquelas pessoas que porventura possuam alguma deficiência. Por outro lado, o processo de confecção, elaboração e utilização desses materiais irá propiciar o aprofundamento das pesquisas de estratégias de mediação em museus de história, como é o caso do Museu Paulista.

MP – Proponente – Ms. Denise Cristina Carminatti Peixoto Abeleira (para os dois projetos).

Museu Paulista (Museu do Ipiranga

  • Parque da Independência, s/nº – Ipiranga – CEP 04263-000 – Tels.: (11) 2065-8000
  • email – mp@usp.br

Veja também: Audiodescrição chegou ao Museu do Ipiranga

Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –


Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –