Exposição Olhares Negros

A exposição "Olhares Negros", com base no apoio ao registro e à memória, retrata mulheres e homens negros, evidenciando o protagonismo dos indivíduos fotografados, suas trajetórias de vida, o trabalho e, principalmente, as múltiplas formas de resistência negra na cidade de Santa Maria, por meio de fotografias acompanhadas de minibiografias e audiodescrições. O lançamento da Exposição acontece nesta sexta (22), às 20h, no Museu Treze de Maio, localizado na Rua Silva Jardim, 1407, Bairro Rosário Aprovada via Fundo de Apoio a Cultura – FAC/RS, conforme Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, a Exposição Fotográfica "Olhares Negros" é uma atividade artística relacionada à Semana Municipal da Consciência Negra. O projeto busca propor o diálogo e discussão sobre relações étnicas nos espaços de educação informal e formal nas quais circulará. Essa medida vem ao encontro do que prevê a lei 10.639/03, que alterou a LDB da Educação Nacional, instituindo a obrigatoriedade do ensino da História da África e dos Africanos no Currículo do Ensino Fundamental e Médio, nos estabelecimentos públicos e privados.

A Exposição Olhares Negros busca ampliar sua comunicação e interação com diferentes públicos. Nesse sentido, apresenta em sua proposta a técnica da audiodescrição de fotografia em audioguias. A audiodescrição é a arte de traduzir objetos ou imagens em palavras. Já os audioguias, são as descrições gravadas em áudio e veiculadas através de equipamentos eletrônicos, que facilitam o acompanhamento da exposição. Esta é uma nova possibilidade de aproximação da pessoa com deficiência visual e cega no museu. É também uma forma de envolver o público vidente (não deficiente visual) para outras maneiras de ver e interpretar uma fotografia. Tendo em vista que o acesso à cultura, de forma inclusiva, também é Direitos Humanos e, considerando essas questões, a exposição disponibiliza equipamentos para ouvir as audiodescrições. Esta ação além de trabalhar em prol da acessibilidade tem um papel de viabilizar a inclusão em espaços culturais e promover o direito ao conhecimento por meio da fotografia.

O Museu Treze de Maio, criado há 110 anos, é patrimônio histórico de resistência negra na cidade de Santa Maria, tombado em âmbito municipal em 2004 (Lei nº 4809/04) e, em 21 de dezembro desse mesmo ano, sancionado pelo o Governo do Estado a Lei n° 12.183. O museu está localizado na Rua Silva Jardim, 1407, Bairro Rosário. E a visitação pode ser feita através de agendamento. Para obter outras informações a respeito do Museu Treze de Maio e da Exposição Fotográfica Itinerante “Olhares Negros”, acesse a página do facebook do Treze www.facebook.com/museutreze.demaio, ou entre em contato pelo telefone (55) 9906 8255 (com Nei D’Ogum) ou ainda pelo e-mail museutrezedemaiosm.nucom @gmail.com Texto: Museu Treze de Maio
Fonte: Prefeitura de Santa Maria

Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –


Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –