Cinemas em Rede: Menos Que Nada em transmissão simultânea com audiodescrição

Pela primeira vez no Brasil, salas de cinema não comerciais exibem filmes e curtas por meio da internet de alta capacidade. Quatro cidades participam do projeto Cinemas em Rede, coordenado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP): São Paulo – Cinemateca Brasileira, CINUSP e Escola de Comunicações e Artes (ECA); Salvador – Sala de Arte Cinema da Universidade Federal da Bahia (UFBA); Porto Alegre – Sala Redenção – Cinema Universitário (UFRGS); e em Recife, na Fundação Joaquim Nabuco.

Uma das possibilidades do projeto Cinemas em Rede é compartilhar conteúdos, mostras e ciclos em tempo real, entre estes pontos de cinema.

Em novembro, estas salas de cinema compartilham a exibição do filme Menos que Nada, de Carlos Gerbase, com audiodescrição.

Exibir em tempo real a programação entre os pontos é apenas uma das possibilidades do Projeto Cinemas em Rede. Várias outras possibilidades de interação e compartilhamento estão sendo pensadas para breve.

O Projeto Cinemas em Rede é uma parceria entre os Ministérios da Cultura (MinC) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A sessão do mês de novembro será realizada em parceria com Mil Palavras Acessibilidade Cultural e com o Núcleo Interdisciplinar Pró-Acessibilidade Cultural da UFRGS.

Cinemas em Rede: sobre o filme Menos Que Nada

Cinemas em Rede: Menos Que Nada - cartaz do filme

A trama de Menos que nada gira em torno do tratamento de um doente mental internado há dez anos num hospital psiquiátrico, onde foi esquecido pela família, pelos amigos e pela sociedade. Esta temática, de alcance universal, proporciona uma reflexão sobre a doença mental, que permanece como uma espécie de continente inexplorado e quase desconhecido, embora atinja parcela significativa da população brasileira.

O QUÊ: Sessão Cinemas em Rede
QUANDO: 12 de novembro, às 19h
ONDE: Porto Alegre – Sala Redenção – Cinema Universitário (UFRGS);
Recife – Fundação Joaquim Nabuco;
Salvador – Sala de Arte Cinema da Universidade Federal da Bahia;
São Paulo – Cinemateca Brasileira.
QUANTO: Entrada Franca.

Mais sobre audiodescrição
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Em 2017, 50% dos cinemas das redes com mais de 21 salas deverão estar equipados


Mais sobre audiodescrição
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Em 2017, 50% dos cinemas das redes com mais de 21 salas deverão estar equipados