Projeto Um Olhar para a Cidadania: vale a pena conhecer

O projeto "Um Olhar para a Cidadania" pretende, através da comunicação, empoderar as pessoas com deficiência visual, para que eles, sem a necessidade de mediação, pautem, debatam e provoquem reflexão na sociedade sobre os seus deveres e direitos (cidadania).

Durante anos as pessoas com deficiência foram secundarizadas no planejamento das Politicas Sociais, dando assim a continuidade a uma história marcada pela falta de acesso, exclusão, discriminação e falta de olhar com inclusão.

O projeto "Um Olhar para a Cidadania" nasce com a missão de contribuir com o movimento da história da Pessoa com Deficiência- PCD, pautando questões que favoreçam um novo olhar à gestores, técnicos, estudantes, PCD e da sociedade em geral de acessibilidade e inclusão.

O projeto tem como objetivo superior debater e apresentar soluções concretas que favoreçam a inclusão das pessoas com deficiência visual no mundo dos com visão, através do rádio, utilizando a internet como plataforma.

Para cumprir a proposta contamos com o envolvimento direto de parceiros que acreditaram na proposta e se dispuseram a contribuir na mudança da história das pessoas com deficiência, em destaque a visual. Parceiros como o OI Futuro, Faculdade Santo Agostinho, SEID, CONADE e Rádio Pioneira AM 1150khz, fizeram o diferencial.

Premissas:

"Quando usamos as tecnologias da informação e da comunicação como estratégia para o desenvolvimento das pessoas com deficiência visual, acreditamos que estas podem ser agentes de transformação da sua própria realidade." – Jessé Barbosa

Projeto terá metodologia traduzida para inglês, francês e espanhol

Francisco Alexandre dos Santos participando ao vivo da Programação da Rádio Nova Visão

LEGENDA ACESSÍVEL: Francisco Alexandre dos Santos participando ao vivo da Programação da Rádio Nova Visão.

A metodologia do Projeto Um Olhar para a Cidadania, desenvolvido pelo Instituto Comradio do Brasil com o objetivo de formar pessoas com deficiência visual para atuar no radio e na internet, será traduzida para os idiomas inglês, francês e espanhol. A informação é de Jefferson D"Avila de Oliveira – Gerente de Divisão da Fundação Banco do Brasil.

O trabalho é resultado da certificação Tecnologia Social feita pela FBB após análise dos resultados do projeto no cotidiano de seus beneficiários. A iniciativa irá compor o Banco de Tecnologias Sociais – BTS, disponível no site da instituição.

No mês de novembro a Fundação Banco do Brasil realizará entrega formal do certificado de Tecnologia Social ao Instituto Comradio do Brasil. O projeto "Um Olhar para a Cidadania" é realizado em Teresina-PI na Associação dos Cegos do Piauí – ACEP com apoio do Oi Futuro.

O que é tecnologia assistiva?

LEGENDA ACESSÍVEL - Imagem mostra Marcos Barbosa do Projeto Um Olhar para a Cidadania lendo um mapa tátil instalado na Praça Pedro II em Teresina durante o Salão do Livro do Piauí - SALIPI 2013

Imagem mostra Marcos Barbosa do Projeto Um Olhar para a Cidadania, lendo um mapa tátil, instalado na Praça Pedro II em Teresina durante o Salão do Livro do Piauí – SALIPI 2013.

O uso de tecnologias no dia a dia das pessoas é uma das características mais fortes do processo de desenvolvimento mundial. Elas estão presentes na televisão, no celular, no computador e em muitas outras plataformas. As pessoas com deficiência também podem usufruir dessa evolução com o uso das tecnologias assistivas.

Essas tecnologias estão presentes nos mecanismos de acessibilidade individual para pessoas com deficiência visual, motora, intelectual, auditiva ou deficiências múltiplas, de acordo com o que determina a ABNT 9050.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados quando do projeto, construção, instalação e adaptação de edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos às condições de acessibilidade.

De acordo com Camila Bastos, Especialista em reabilitação neurofuncional, para que o usuário de produtos com tecnologia assistiva tenham bons resultados, são necessários alguns cuidados. "No caso dos pisos táteis é preciso utilizar uma borracha especifica, com pigmentação interna, quando se aplica um piso de baixa qualidade, os resultados serão insatisfatórios", Destacou.

Projeto Um Olhar para a Cidadania é certificado como Tecnologia Social

tecnologia social

O Projeto Um Olhar para a Cidadania, desenvolvido pelo Instituto Comradio do Brasil, foi certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil.

Em 2012, o Um Olhar para a Cidadania, recebeu o Prêmio A Rede de Inclusão Social na modalidade Terceiro Setor. O prêmio promovido pela Revista A Rede tem por objetivo reconhecer e divulgar os melhores projetos que envolvam as tecnologias de informação e comunicação (TICs) para a inclusão social (internet, rádio, vídeo e meios multimídia).

No Piauí o projeto também concorre ao Prêmio Piauí de Inclusão Social 2013, promovido pelo Sistema Meio Norte de Comunicação. Recentemente sua metodologia foi amplamente divulgada na TV, Jornal e Portal do grupo.

Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série


Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série