Viage para a idade média, com audiodescrição e Libras

A Estação Cultura, em Campinas, será palco de uma viagem no tempo, mais precisamente a Idade Média. Entre os dias 14 e 24 de novembro, das 10h às 22h, será realizada a 1ª Feira da Idade Média Europeia, com apoio da Prefeitura de Campinas, por meio das Secretarias Municipais de Cultura e de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, promovida pela Queiroz y Almazán. É o primeiro evento deste porte no Brasil, na qual os visitantes vão, de fato, viver os idos da Idade Média, nos aspectos de cultura, gastronomia, educação, arte, diversão e história.

Pavilhão da Idade Média está pronto

O prédio da Estação Cultura será decorado com bandeiras, estandartes e pendões da idade média. Os ambientes, as barracas, as atrações e os artistas de rua serão totalmente temáticos. A iluminação e a sonorização completam a aura da idade média.

Serão cerca de 180 barracas com a exposição de mais de 360 artigos variados temáticos. Além disso, haverá oficinas, produção e venda de artesanato, parque de diversões, acampamento medieval, disputas entre cavaleiros, acrobacia em tecido, gincana, monociclista, teatro de rua, malabaristas, dramatizações, escola de escudeiros, exibições de filmes, gastronomia da idade média, reuniões e palestras literárias, entre outras atividades.

A escolha de Campinas para sediar este primeiro evento é resultado das boas relações com a Espanha, no âmbito cultural e econômico. Recentemente, Campinas tornou-se cidade-irmã de Zaragoza, num convênio entre a Prefeitura e a cidade espanhola. "Estamos firmando um acordo de cooperação muito vasto com a Espanha e esta Feira da Idade Média Europeia é a primeira grande ação", afirma o secretário municipal de Cultura, Ney Carrasco. Esse trabalho vem sendo feito em conjunto com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo.

A Feira da Idade Média Europeia será semelhante às que são realizadas na Europa, segundo um dos organizadores, Agustín Quirós Olmos. Muito popular na Europa, especialmente na Espanha e em Portugal, a Feira Medieval Europeia tem todos os aspectos para se firmar em Campinas e ser referência nacional como uma atração turística. São cerca de 700 pessoas envolvidas na montagem da Feira. Destes, 15 atores profissionais e cerca de 30 figurantes. "Segundo informações que temos, é a primeira Feira deste porte na América Latina”, completa Quirós.

A ideia de trazer a Feira da Idade Média para Campinas foi um sonho do empresário Rogério Queiroz, que em contato com o Quirós, conseguiu concretizar este evento. "Quero agradecer a todos os parceiros. Esta Feira foi planejada com muito carinho e esperamos que seja um marco na cidade", comenta Queiroz.

Idade Média:A saga da realeza

A Feira da Idade Média terá uma história como pano de fundo para o evento. É a saga de um rei que vem a Campinas com a rainha e a princesa sob feitiços de uma bruxa. Esse rei precisa contar com o auxílio de seu séquito nessa jornada: um cavaleiro, um árabe, um francês, um bom, um mau, um escocês e um viking. O bom e o mau não foram identificados com nenhuma nacionalidade para que o país referente não ficasse estigmatizado.

Idade Média: Estação Cultura: o castelo

A Estação Cultura, por suas peculiaridades arquitetônicas desde a época em que funcionava como estação ferroviária, será o cenário perfeito, o castelo que vai abrir para receber todos os personagens e visitantes na Feira da Idade Média. É uma antiga ferrovia, inaugurada em 11 de agosto de 1872, na época áurea do café. Dados históricos mostram que o atual prédio da Estação é de 1884 e, embora tenha passado por reformas e ampliações, manteve os principais aspectos da construção. O relógio é um capítulo à parte. Com maquinário inglês de 1888, até hoje funciona movido à corda. Portanto, o passado realmente se faz presente na Estação Cultura, hoje palco de atrações culturais e artísticas.

Encenações despertam grande interesse

O que está previsto diariamente:

• Exposição e venda de artesanato da idade média como metais, bonecas de pano, livros, telas, miniaturas, cerâmica e outros
• Oficinas, como sapateiro, coureiro, vidro, arco e flecha, forja, de carpintaria, produtos têxteis, dança, feltro, bordados
• Gastronomia da idade média, com pratos típicos como carne na brasa, tortas galegas, doces árabes e tradicionais, pizzaria artesanal, pães europeus, azeites, frutas frescas e desidratadas, torrone e amêndoas, frutas e castanhas açucaradas, caramelos, geleias e xarope de fruta.
• Bebidas típicas da idade média, como a hidromel, um fermentado à base de mel que pode ou não ser alcoolico
• Miniparque de diversões com brinquedos referentes à época medieval como roda gigante e outros
• Três peças de teatro com temática da idade média: Scalibur, Sonho de Uma Noite de Verão e Dom Quixote de La Mancha
• Duas disputas de cavaleiro, a famosa justa medieval, que é o enfrentamento de dois adversários com cavalo, lança e escudo. Há 14 cavalos.
• Teatro de rua com personagens típicos que irão circular entre os visitantes: bêbado, soldado, bruxa
• Festa no Castelo Medieval com a banda Tabuna Folk
• Jornada Cultural – palestras e discussões sobre o tema e autores de obras de temática medieval
• Minicine: apresentação de filmes com temática medieval

Haverá também uma visita com acessibilidade para pessoas com deficiência, que acontecerá dia 22 de novembro, 6ª feira, das 13:00 às 16:00hs na Estação Cultura de Campinas. A visita contará com o recurso da audiodescrição, feita por Bell Machado, e também com a intérprete de Libras, Jacqueline.
. A entrada é gratuita para pessoas com deficiência. Confirmem a presença até 5ªfeira no e-mail:isabel.machado@campinas.com.br

Feira da Idade Média Europeia de Campinas

Quando: 14 a 24 de novembro, na Estação Cultura
Horário: todos os dias, das 10h às 22h
Ingressos: R$ 15,00 (inteira), R$ 7,50 (meia), R$ 10,00 (visitantes caracterizados), R$ 5,00 (crianças até 14 anos acompanhada de pais ou responsáveis). Grátis para crianças até 4 anos.
Atrações pagas à parte: Justa Medieval R$ 10,00 e Parque de Diversões, de R$ 3,00 a R$ 5,00.
Endereço: Estação Cultura – Praça Floriano Peixoto, s/n, Centro. Campinas
Venda de ingressos: apenas na bilheteria.

Fonte: Prefeitura de Campinas

Mais sobre audiodescrição
A 16ª edição do FESTIVAL DO JAPÃO acontece nos dias 19, 20 e 21 de
"Ir à Fenearte é como dar a volta ao mundo pelo artesanato", diz o vídeo
A tecnologia usada para a inclusão de pessoas com deficiência (PCD) é o foco principal


Mais sobre audiodescrição
A 16ª edição do FESTIVAL DO JAPÃO acontece nos dias 19, 20 e 21 de
"Ir à Fenearte é como dar a volta ao mundo pelo artesanato", diz o vídeo
A tecnologia usada para a inclusão de pessoas com deficiência (PCD) é o foco principal