Por que O Anima Mundi 2014 não me deixou animado?

Desde que meus filhos eram crianças, isto já faz mais de 15 anos, que eu prestigio o Anima Mundi. Este excelente festival, rico em conteúdo e com ótimas palestras, fóruns e oficinas que acontece anualmente no Rio e em São Paulo sempre no final de julho e início de agosto, tornou-se o maior festival de animação das Américas. Como sempre, fiz questão de prestigiar. Porém desta vez fui sozinho.

Cobertura do programa Acessibilidade Já no Festival de dança de Joinville

acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon portes, da MEMORIZE PRODUÇÕES, apresentado por Danilo Loques e com reportagens de Lisi Telles, ambos pessoas com deficiência visual total, e orgulhosamente associados da AJIDEVI, sobre tudo o que aconteceu em relação a acessibilidade no Festival de Dança de Joinville, o maior do mundo em seu gênero.

Nova edição do curso de Áudio-descrição Imagens que Falam, em SP

Objetivo do curso:
Geral- Dar a conhecer o que é Áudio-descrição, divulgar sua aplicabilidade e sua potencialidade na educação, no trabalho e no lazer, como recurso de acessibilidade comunicacional para as pessoas com deficiência, principalmente para as pessoas cegas ou com baixa visão.
Específico- Formar áudio-descritores capazes de produzir traduções visuais de eventos dinâmicos e/ou estáticos, com requinte e qualidade áudio-descritiva, mediante o entendimento de que a áudio-descrição é um recurso de tecnologia assistiva empoderativo e não paternalista ou de subestimação da capacidade da pessoa com deficiência em compreender os eventos fílmicos, teatrais e outros.

Cortinas Abertas: curso de teatro para pessoas com deficiência visual

O país e a comunidade em sua maioria não são preparados para receber ou auxiliar pessoas com deficiência visual. Nas áreas da saúde, segurança e mobilidade, o que mais vemos são espaços e processos deficientes. O que dizer da arte então? Foi pensando nisso que o Diversidade na Rua e a Mil Palavras Acessibilidade Cultural criaram o Cortinas Abertas, um curso de teatro para pessoas cegas ou com baixa visão.

Festival de Gramado: A Despedida estará na abertura, com audiodescrição

Na noite de abertura do 42º Festival de Gramado, o longa-metragem "A Despedida", de Marcelo Galvão, será exibido com audiodescrição, às 21h30min, no Palácio dos Festivais. A apresentação contará com aparelhos de tradução simultânea preferenciais para o público com deficiência visual. Com isso, pessoas cegas ou com baixa visão terão acesso a informações sobre personagens, cenários, figurinos e ações relevantes para a compreensão da obra. O trabalho da Tagarellas Audiodescrição, que produz recursos de acessibilidade, conta com o apoio da Faders e da Acergs. Pelo menos 55 pessoas participarão da exibição do filme em Gramado, oriundas de Porto Alegre, Parobé e Taquara. Um ônibus cedido pela Faders fará o transporte Porto Alegre-Gramado-Porto Alegre no dia da exibição.