Aplicabilidade da Audiodescrição como Recurso de Acessibilidade na Televisão Digital

Na atualidade, novas realidades e novos paradigmas nos influenciam a cada dia. Sabe-se que para o desenvolvimento da sociedade na contemporaneidade é indispensável o acesso à informação a todos os cidadãos, visando um maior número de pessoas envolvidas neste processo informacional, possibilitando a inclusão social. Depara-se, entretanto, com uma sociedade que precisa buscar atender à diversidade e que requer o vislumbre de novos caminhos de inclusão social para pessoa com deficiência.

A reflexão sobre a inclusão compreende o alerta que envolve as questões de normalidade e de particularidades de cada pessoa. Neste sentido, considera-se a audiodescrição como um recurso que viabiliza as novas possibilidades de inclusão e possibilita alternativas de acessibilidade nos meios comunicacionais. O serviço de audiodescrição, segundo Quico (2005), consiste numa faixa de áudio adicional à transmissão regular de televisão que descreve verbalmente detalhes visuais importantes, destinado aos telespectadores cegos ou portadores de deficiências visuais graves, para que possam acompanhar melhor e com mais detalhe o desenrolar do programa transmitido. Em uma perspectiva mais abrangente, podemos considerar a audiodescrição como uma atividade de mediação linguística, uma modalidade de tradução intersemiótica, que transforma o visual em verbal, abrindo possibilidades maiores de acesso à cultura e à informação, contribuindo para a inclusão cultural, social e escolar, de acordo com Motta; Romeu Filho (2010).

Entretanto, este é um tema ainda emergente no Brasil, em especial no cenário das mídias inovadoras, incluindo-se a TV digital, e, daí a necessidade de estudá-lo e oferecer subsídios à sua melhor compreensão e implementação, propósito que norteia o estudo em foco.

Leia a íntegra do artigo de Maria Inês Garcia Ishikawa e Regina Célia Baptista Belluzzo.

Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial


Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial