A Priorização de Informação em Roteiros de Audiodescrição: O Que o Rastreamento Ocular Nos Tem a Dizer?

A audiodescrição (AD) é uma modalidade de tradução audiovisual que visa à tradução de imagens em palavras. Utilizada para descrever os elementos visuais de produções audiovisuais ela visa simular o sentido da visão através da audição. Isso permite que os deficientes visuais percebam esses elementos visuais e compreendam melhor o desenrolar de, por exemplo, peças teatrais e filmes, descrevendo não apenas os elementos que compõem o cenário, mas também os atores, os figurinos e outros elementos de cena. A audiodescrição, além de tornar acessíveis tais produções, pode também contribuir para o conhecimento de mundo dos deficientes visuais. Esta pesquisa pretende determinar de que modo o rastreamento ocular pode auxiliar na produção de roteiros de audiodescrição.

Uma das principais dificuldades na elaboração de roteiros de audiodescrição é o fato das descrições terem que ser inseridas em momentos onde não há falas de personagens ou sons que sejam importantes para o entendimento da produção audiovisual. Por isso o audiodescritor deve priorizar certos elementos em detrimento de outros.

Esta dissertação teve como objetivo principal o desenvolvimento de uma metodologia que utiliza a técnica de rastreamento ocular para analisar se as diretrizes atualmente utilizadas na elaboração de roteiros condizem com o que uma pessoa que enxerga priorizaria. Além disso, os dados provenientes do rastreador podem mostrar falhas e possíveis melhorias em um roteiro já produzido. Foi possível também avaliar se a presença de audiodescrição influenciou o comportamento ocular de quem enxerga. Esses resultados podem ajudar o audiodescritor na difícil escolha do que deve ser priorizado.

Leia a íntegra da dissertação de Alexandra Frazão Seoane.

Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial


Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial