Tradução Audiovisual: Os Desafios da Áudio-Descrição

Sendo esta dissertação, intitulada Tradução Audiovisual: Os Desafios da Áudio-Descrição, parte conclusiva do Mestrado em Tradução e Interpretação Especializadas, o objectivo da escolha deste tema pretende ser uma chamada de atenção para uma realidade: todas as pessoas têm o direito à comunicação e à informação de forma autónoma.

A áudio-descrição é uma modalidade de tradução audiovisual ainda pouco conhecida e abordada em Portugal e fomenta a socialização entre os indivíduos, tornando-se relevante e útil para a sociedade.

Este trabalho pretende abrir a discussão sobre as diferentes variantes de “olhar”, considerando a áudio-descrição como um recurso de acessibilidade que torna possível a compreensão das informações apreendidas visualmente. No âmbito de várias pesquisas que vêm sendo realizadas, com o fim de analisar aspectos importantes de recepção, de compreensão e de interpretação de resultados de produtos áudio-descritos por indivíduos com deficiência visual, pretende-se desafiar a dimensão formativa desses produtos e identificar as suas contribuições para o seu próprio processo de formação.

Partimos para uma pesquisa documental, cujo intuito foi descrever o estado da arte em Portugal e no estrangeiro e fez-se uma abordagem a questões de diversa índole: apresentamos um breve panorama da áudio-descrição a nível mundial, particularizando, depois, a realidade portuguesa, em variadas vertentes. Depois de enquadrarmos a áudio- descrição enquanto modalidade de tradução intersemiótica, com referência a alguns teóricos, analisamos o perfil do áudio-descritor e as barreiras de comunicação enquanto os principais obstáculos a ultrapassar para a participação efectiva das pessoas portadoras de deficiência a vários níveis: social, profissional e cultural.

Conclui-se que ao utilizar a áudio-descrição estamos a proporcionar educação e cultura sem discriminação, é este o objectivo. O uso da tecnologia para garantir acessibilidade é duplamente importante: garante o direito à comunicação das pessoas portadoras de deficiência e ensina a sociedade a respeitar a diferença. No entanto, as instituições responsáveis pela formação em áudio-descrição, têm, ainda, um longo caminho a percorrer.

Leia a íntegra da dissertação de Ana Margarete Costa

Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial


Mais sobre audiodescrição
O cinema, como arte audiovisual, se comunica por meio de uma linguagem. No que se
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial