Debate aberto sobre acessibilidade em salas de cinema

O portal Mundo Cegal e a Organização Nacional de Cegos do Brasil – ONCB, convidam para o debate aberto sobre a Consulta Pública da ANCINE. Os usuários com deficiência visual, os profissionais da Audiodescrição e os produtores do audiovisual que querem saber/conhecer/debater sobre as questões concernentes a Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto sobre acessibilidade nas salas de cinema, a hora é essa.

Participe deste momento que pretende definir o futuro da acessibilidade nas salas de exibição. Conheça e opine sobre as tecnologias concorrentes que participam dessa etapa. Sua participação neste debate aberto é fundamental para a efetiva implementação da acessibilidade nos cinemas brasileiros.

Haverá a participação de pessoas envolvidas neste processo que poderão esclarecer as dúvidas daqueles que desejam colaborar com a Consulta Pública da ANCINE. O envolvimento popular encerra no dia 08 de julho. O DEBATE aberto É FUNDAMENTAL.

Dia 05 de julho, domingo, às 19 horas, por meio do aplicativo Teamtalk.

Inscreva-se preenchendo o formulário disponível no site do Mundo Cegal. Baixe e configure o Team Talk e acompanhe. As inscrições são limitadas.

Aqui você encontra os documentos publicados pela Ancine nos quais se baseiam este debate aberto e esta consulta pública: ANCINE coloca em consulta pública Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto sobre acessibilidade visual e auditiva em salas de cinema.

Fonte: Mundo Cegal

Mais sobre audiodescrição
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Em 2017, 50% dos cinemas das redes com mais de 21 salas deverão estar equipados


Mais sobre audiodescrição
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo
Em 2017, 50% dos cinemas das redes com mais de 21 salas deverão estar equipados