Lentes da Memória: exposição acessível pelo AudiFoto

Fotografias que ficaram guardadas por anos e objetos pessoais do fotógrafo amador Alberto de Sampaio (Rio de Janeiro, 1870) estarão expostos pela primeira vez na mostra Lentes da memória: a descoberta da fotografia de Alberto de Sampaio (1888-1930), no Instituto Tomie Ohtake, até 01 de novembro. Para os visitantes com deficiência visual total ou parcial, a exposição disponibilizará o recurso da audiodescrição produzida pela Cinema Falado Produção com coordenação de Graciela Pozzobon.

Exposição lentes da Memória

Parte das obras da mostra Lentes da Memória poderá ser apreciada por meio da audiodescrição gravada. O recurso está disponível em aplicativo AudiFoto, gratuito para Android, lançado este mês pela Fundação Dorina Nowill para Cegos. Este recurso será ativado após os usuários baixarem o app AudiFoto e, ao passar pelas obras, terão a possibilidade de ouvir automaticamente o que está retratado em cada peça – fotografia ou objeto – devido a um sensor instalado nas obras. Os usuários que não baixarem o aplicativo também poderão ouvir a audiodescrição através de canetas pentop, outro recurso que disponibiliza áudio. Os espaços, objetos e obras que não contam com descrição gravada, serão descritos com o apoio de um monitor audiodescritor presente na exposição.

Além da audiodescrição gravada e dos monitores audiodescritores, a exposição tem ainda maquetes táteis dos espaços expositivos e uma câmera fotográfica do início do século XX. O site do projeto (www.albertodesampaio.com.br) também está acessível e apresenta descrição de cada fotografia.

Serviço:

Lentes da memória: a descoberta da fotografia de Alberto de Sampaio

De 17 de setembro a 1º de novembro.
Instituto Tomie Ohtake – Av. Faria Lima 201 (Entrada pela Rua Coropés 88) – Pinheiros SP
Fone: 11 2245 1900
(Metrô mais próximo – Estação Faria Lima/Linha 4 – amarela).

Horário dos monitores audiodescritores presentes na exposição: De quartas-feiras a sextas-feiras de 11hs as 18hs e aos sábados de 11hs as 19hs.

Para Visitas em grupos de pessoas com deficiência visual haverá transporte disponibilizado pela produção pelo email Pré agendamentos expoagendamento@gmail.com ou pelos telefones (11) 98967-0078 e (11) 97535-5558 – Fernanda ou Priscila.

Descrição da foto:
Legenda original:
Praia do Arpoador com pedra à direita, já destruída
Negativo de vidro, 8 x 11 cm
1907

Imagem em preto e branco, horizontal.
Foto da Praia do Arpoador em dia de sol e mar calmo.
A câmera está no canto esquerdo da praia junto as pedras. Aponta para o outro extremo, permitindo a visão quase completa da enseada formada pelas praias do Arpoador, Ipanema e Leblon.
Na parte de baixo da imagem há uma faixa de areia clara.
Em primeiro plano, no lado esquerdo, há uma grande pedra que brota da areia junto a água. Ao lado da pedra está um homem, que é cerca de 10 vezes menor em altura. Uma série de fissuras e cortes retos indicam que a pedra foi quebrada.
O homem caminha em direção ao mar. Carrega uma rede de pesca nas costas, o que tapa boa parte do corpo. Veste camisa regata listrada e chapéu branco de aba curta. O homem pisa na base desta grande pedra, que é plana e próxima da arrebentação.
A praia é bastante rústica, com vegetação rasteira e apenas algumas construções ao longe. Ao fundo está parte de Floresta da Tijuca.
Também se avistam o Morro Dois Irmãos e mais ao fundo a Pedra da Gávea.

Fonte: Cinema Falado

Mais sobre audiodescrição
Além da Pele: A Beleza da Alma e da Família é uma exposição composta por
A Associação Morungaba inaugura no dia 12 de setembro, às 18h, a exposição fotográfica Itinerante
A mostra de fotografias Olhar do Coração, que começa hoje (22) na Reitoria da Universidade


Mais sobre audiodescrição
Além da Pele: A Beleza da Alma e da Família é uma exposição composta por
A Associação Morungaba inaugura no dia 12 de setembro, às 18h, a exposição fotográfica Itinerante
A mostra de fotografias Olhar do Coração, que começa hoje (22) na Reitoria da Universidade