Movimento Abra os Olhos cria desafio acessível

Três artistas em nome de uma causa nobre: a acessibilidade cultural. Assim surge mais uma causa do “Movimento Abra Os Olhos”, com a missão de tornar a cultura e a música acessíveis para todos. Em uma série de vídeos, Luiza, Jair e Tânia propõem um bate papo para a conscientização sobre o tema. O primeiro vídeo da série já foi lançado nessa semana. O “Movimento Abra Os Olhos” é uma realização da Sentidos Produções que, como estratégia para divulgação do movimento, criou um "desafio acessível" para outros artistas.

Luiza Caspary, Tânia Khalill e Jair Oliveira lançam desafio acessível
#PraCegoVer: Da esquerda para a direita, lado a lado, do peito para cima estão Luiza, Tânia e Jair. Os três sorriem. Ao fundo, parede acústica feita de cubos de madeira clara salientes e desnivelados. No canto inferior direito uma janela de LIBRAS cuja intérprete também sorri e tem os braços flexionados, com as mãos desfocadas junto aos ombros.

Além do bate papo, os artistas também lançam uma novidade: o “Desafio Acessível”. Assim como vários desafios que já viralizaram nas redes sociais, a intenção desse é especial: mostrar e incentivar artistas a se aproximarem do público com deficiência, realizando pequenas ações. Nessa primeira etapa, artistas que forem desafiados devem se descrever fisicamente em um vídeo para pessoas cegas e, ao final, desafiar uma nova pessoa.

A preocupação com a acessibilidade é de grande importância para os dias atuais. Segundo o censo do IBGE de 2010, cerca de 45 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência, sendo que essas pessoas muitas vezes deixam de ir a eventos culturais por falta de acessibilidade, deixando de exercer o direito de usufruírem, criarem e participarem das políticas culturais. Espaços públicos, políticos e culturais sofrem diariamente com a falta de recursos para as deficiências, que são várias: auditiva, visual, motora e intelectual. O objetivo do Movimento é conscientizar a população para que pessoas com ou sem deficiência possam ocupar o mesmo espaço, desfrutando de maneira justa o mesmo espetáculo, e o "desafio acessível" pretende divulgar e trazer o apoio de outros artistas para a causa.

Um exemplo disso é a Luiza Caspary, única cantora do Brasil a fazer música para todos. Suas apresentações contam com recursos de audiodescrição, libras, legenda e acesso para pessoas com mobilidade reduzida. Tudo isso começou com a audiodescrição do clipe “O caminho certo”, o primeiro a ser lançado com esse recurso no país: Seria o primeiro videoclipe brasileiro com audiodescrição?.

Fonte: Leia Moda Fashion Forward

Mais sobre audiodescrição
Nem todos os cidadãos conseguem ter acesso ao conteúdo que passa na televisão da mesma
Sou Flávia Machado, uma entusiasta da audiodescrição, quero te convidar para compartilhar com outras pessoas
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição


Mais sobre audiodescrição
Nem todos os cidadãos conseguem ter acesso ao conteúdo que passa na televisão da mesma
Sou Flávia Machado, uma entusiasta da audiodescrição, quero te convidar para compartilhar com outras pessoas
A Ancine e o setor decidiram quais vão ser os tipos de arquivos com audiodescrição