HBO estreia seu primeiro documentário audiodescrito

A HBO estreia no próximo dia 21 seu primeiro documentário original produzido no Brasil. Dorina – Olhar para o Mundo será exibido no canal Max, e ficará disponível gratuitamente por vinte dias na aba Experimente da plataforma HBO Go e no HBO On Demand, na plataforma Now (Net), na pasta Programas de TV HBO. O longa deve seguir ainda este ano para os canais da HBO nos demais países da América Latina.

HBO: Dorina - Olhar para o Mundo

Com direção de Lina Chamie, Dorina – Olhar para o Mundo conta a história de Dorina Nowill, criadora da Fundação para o Livro do Cego no Brasil, atual Fundação Dorina Nowill.

A programadora tem uma tradição de documentários com temática mais social nos EUA e na Europa, e agora quer trazer esta linha para a América Latina. Já produziu na região o colombiano “Guerras Alheias”, sobre a pulverização de plantações de drogas com agentes cancerígenos, e “Antes que nos Esqueçam”, no México, sobre o combate ao tráfico de drogas. Prepara ainda “Holocausto Brasileiro”, sobre a vida nos hospitais psiquiátricos no país.

Martha Nowill, neta de Dorina e também produtora e roteirista de Dorina – Olhar para o Mundo, conta que tinha o projeto há sete anos e pensava inicialmente em fazer uma ficção. Soube que a HBO procurava este tipo de projeto e acaram transformando em um documentário. “A personagem era muito forte, ela tinha que estar presente no filme”, conta Martha.

Dorina – Olhar para o Mundo – o projeto

Dorina – Olhar para o Mundo levou cerca de um ano e meio para ser realizado. Entre os entrevistados estão a família Nowill, integrantes da fundação, pessoas que tiveram a oportunidade de trabalhar e estudar com ela e o cartunista Mauricio de Sousa, que criou a personagem Dorinha, também deficiente visual, em homenagem a Dorina.

Martha atua no longa fazendo entrevistas e lendo trechos da autobiografia de Dorina. Ela assina o roteiro, junto com Lina Chamie. Dorina – Olhar para o Mundo foi realizado com recursos da Condecine através do Artigo 39, e é produzido por Roberto Rios, Maria Angela de Jesus, Paula Belchior e Patricia Carvalho, da HBO Latin America Originals, Martha Nowill, através de sua produtora Mil Folhas, Lina Chamie, pela Girafa Filmes, e Sara Silveira da Dezenove Som e Imagem.

Dorina – Olhar para o Mundo, pensado também para ser assistido por deficientes visuais, será exibido tanto no canal quanto nas plataformas on-demand com a opção de audiodescrição. O recurso poderá ser acessado ainda através do aplicativo Moviereading.

Dorina Nowill

Dorina Nowil fala na ONU

Formada como professora no Colégio Caetano de Campos, onde foi a primeira aluna com deficiência visual, junto a um grupo de alunas criou o “Curso de Especialização para Educação de Cegos”.

Em 1946 criou a fundação e foi a responsável por trazer a primeira imprensa braile ao país, para que os deficientes visuais tivessem mais acesso à leitura e à educação. Neste mesmo ano, conseguiu uma bolsa de estudos nos Estados Unidos para se especializar em educação de cegos. Nesta viagem conheceu o marido, Alexander Nowill, com quem teve cinco filhos.

De volta ao Brasil, Dorina viajou o país pela Campanha Nacional de Educação e Reabilitação dos Deficientes Visuais, acompanhando a instalação de instituições especializadas. Também comandou as ações de desenvolvimento de métodos de reabilitação e novas tecnologias. Lutou pelos avanços científicos acerca da visão sub-normal e presidiu comitês internacionais e conselhos em prol da melhoria de vida do deficiente visual.

Em sua gestão junto ao Ministério da Educação, conseguiu que fossem criados serviços de educação para cegos em todo o Brasil e lutou para a aprovação de resoluções para abrir as portas do mercado de trabalho para os deficientes visuais, além de várias iniciativas na área de prevenção e saúde.

Também foi presidente do Conselho Mundial dos Cegos e discursou na Assembleia Geral da ONU em 1981. Ela morreu em 2010, aos 91 anos.

Fonte: Tela Viva News

Mais sobre audiodescrição
O documentário "Boa noite, Solidão" será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05
As TVs por assinatura são obrigadas por lei a transmitir integralmente os canais abertos locais,
O Conselho Consultivo da Anatel realizará uma reunião extraordinária no dia 24 de outubro para


Mais sobre audiodescrição
O documentário "Boa noite, Solidão" será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05
As TVs por assinatura são obrigadas por lei a transmitir integralmente os canais abertos locais,
O Conselho Consultivo da Anatel realizará uma reunião extraordinária no dia 24 de outubro para