Pornografia agora tem audiodescrição no PornHub

Esta é daquelas notícias que nos deixam mais felizes com um sorriso de orelha a orelha, cheios de entusiasmo e a salivar por momentos de puro prazer e tesão. Para atender as cerca de 285 milhões de pessoas no mundo com deficiência visual, o Pornhub, um dos principais sites de pornografia do mundo lançou um serviço inovador concebido de forma a proporcionar aos cegos o mesmo prazer que as pessoas sem deficiência. Disse bem, necessidades! Com este serviço vamos ter acesso a audiodescrição do ambiente das cenas, as roupas que os atores vestem, as posições que assumem etc.

PornHub: um site de pornografia com audiodescrição

Até agora os cegos que utilizassem o pornhub, conseguiam, no máximo, ouvir uns gemidos descontextoalizados e diálogos que também não permitiam à pessoa cega ter ideia clara do que se passa no filme. Decepcionante porque se perdia toda a sua beleza e deixávamos de desfrutar da excitação e da fantasia que, afinal, é o que todos procuram quando consomem este tipo de conteúdo, além, é claro, da componente lúdica, de prazer e de diversão.

Segundo o jornal The Guardian, a seção por enquanto traz os 50 vídeos mais populares do site. Muitos dos vídeos já contam com mais de 20 mil exibições, e há conteúdo para todos os gostos: héteros, gays, pornô para mulheres, bi e transexuais.

A iniciativa foi lançada pela divisão filantrópica do site, o Pornhub Cares, que já patrocinou uma linha de roupas contra violência doméstica e uma campanha de conscientização quanto ao câncer de mama chamada “Save the Boobs” (salve os peitos, em tradução livre), na qual o site doaria um centavo de dólar para cada 30 exibições em vídeos nas ategorias “big tit” e “small tits” (tetas grandes e tetas pequenas).

Uma grande particularidade que é importante salientar é o fato desta audiodescrição ser feita por atores profissionais, o que é sintomático do empenho e da seriedade com que o Pornhub está encarando este novo serviço.

"Nosso objetivo é satisfazer todas as necessidades dos nossos usuários, o que começa tornando nosso conteúdo acessível a qualquer indivíduo", disse o vice-presidente do Pornhub, Corey Price, ao jornal. "Escolhemos alguns vídeos que eram mais adequados para receber narração e poderiam ser descritos em detalhe. Queríamos conseguir descrever tudo que fosse possível para proporcionar ao usuário a melhor experiência possível, sem tirar o áudio original dos filmes", completa. Ele acrescenta que o site quer encorajar seus usuários a produzir e enviar mais vídeos áudio descritíveis, com os diferentes tipos de público em mente.

"Pessoas cegas têm tanto direito de acesso a pornografia quanto têm a um Shakespeare clássico ou qualquer outro tipo de vídeo", afirma Joel Snyder, diretor do projeto de audiodescrição no American Council of the Blind (Conselho Americano dos Cegos). Ele reconhece os esforços do Pornhub de tornar seu conteúdo mais acessível, mas sugere que a ação não é totalmente altruísta. "Existem mais de 21 milhões de pessoas cegas ou com baixa visão nos Estados Unidos. A comunidade é grande e tem poder de compra, então isso me cheira a algo que simplesmente faz muito sentido economicamente", descreve.

O projeto tem tudo para ser altamente virtuoso. Primeiro pela justiça que traz às pessoas cegas que, como é sabido, têm muita dificuldade de acessar em condições à pornografia, e também pelo seu caráter inclusivo, já que, juntamente com a audiodescrição ,o utilizador vai ouvir também o som original do filme em plano de fundo.

É importante dizer que o acesso à pornografia não pode ser considerado um luxo ao alcance de alguns, nem muito menos pode ser visto como uma atitude perversa. Esta representação artística é consumida por pessoas perfeitamente saudáveis, bem resolvidas sob o ponto de vista sentimental e afetivo, e apresenta inúmeros benefícios para a saúde mental.

Por outro lado, a pornografia sustenta-se muito na imagem, e por isso somos muitas vezes confrontados com a pergunta sacramental. Como é que os cegos desfrutam de um filme pornográfico? Até agora, exceção feita aos contos eróticos em áudio, não haviam grandes alternativas e, a muito custo, tentávamos usar a imaginação.

Por isso, aplaudimos de pé este serviço da pornhub que, se em 9 anos de existência já chegou às 60 milhões de visitas diárias, esperamos que esse número aumente fruto do novo público de pessoas que querem comer com os ouvidos e não com os olhos.

Acesse o canal de vídeos pornográficos audiodescritos do Pornhub.

Terminamos este texto como começamos: como vai saber bem comer com os ouvidos.

Fonte: Opinando – um blog do Portal Ler Para Ver

Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série


Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série