Listening TV: aplicativo de audiodescrição para TV Digital

Pesquisadores da Faculdade de Computação e Engenharia Elétrica (FACEEL) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) foram vencedores no 3rd IPTV Application Challenge, um desafio internacional de aplicações IPTV, também conhecido como TV por protocolo de internet. A equipe composta pelo professor Alex de Souza Vieira e os estudantes Adeilson Bezerra de Lima, Derek Oliveira Correio, Diego Lopes Silva e Jonas Ribeiro da Silva venceram na categoria Melhor Aplicativo Individual com o desenvolvimento de um aplicativo de audiodescrição para TV Digital: Listening TV. Também colaborou no projeto a estudante do Curso de Letras-Inglê, Isamara Rocha Jucá.

Aplicativo de audiodescrição para TV Digital: Listening TV

A terceira edição do desafio trouxe como tema “Melhor qualidade de vida com padrões internacionais: um mundo acessível para todos” e a equipe da Unifesspa desenvolveu um aplicativo de audiodescrição para TV Digital chamado Listening TV: a different perspective about watching TV ou em português, "Ouvir Televisão". O projeto permite que pessoas com deficiência visual possam ter acesso aos conteúdos veiculados na TV com auxílio da audiodescrição. O aplicativo vai garantir que o usuário acione, a partir do controle remoto da televisão, a audiodescrição de uma cena, personagem ou do cenário de um conteúdo audiovisual exibido na TV, no momento em que desejar.

"O Listening TV é um aplicativo de audiodescrição para TV Digital que traz esse conceito da inclusão, tendo como um dos objetivos aprimorar a qualidade da experiência do consumo de conteúdo audiovisual por pessoas com deficiência visual", explicou o professor. Segundo ele, a ideia de estudar e desenvolver aplicativos voltados para inclusão na televisão digital surgiu a partir do contato do professor e seus alunos com discentes da Unifesspa que têm deficiência visual.

Para a criação do aplicativo, os pesquisadores contaram com o apoio do artista plástico Marcone Moreira que cedeu os direitos de uso do vídeo “Horizonte de Ferro”, usado como teste para as funções do aplicativo; da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Unifesspa (Proex), da Assessoria de Relações Nacionais e Insternacionais (ARNI/Unifesspa) e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (NAIA/Unifesspa). A pesquisa também contou com a parceria dos pesquisadores Carlos de Salles Soares Neto, Rosendy Jess Fernandez Galabo (Lancaster University – UK), Hedvan Fernandes Pinto e Daniel Moraes – Laboratory of Advanced Web Systems – LAWS/UFMA (Universidade Federal do Maranhão) e Rodrigo Costa Mesquita Santos – Telemedia/PUC-Rio (Laboratório de Sistemas Multimídias).

Para o estudante Jonas Ribeiro, um dos bolsistas do projeto, a experiência de desenvolver um aplicativo de audiodescrição para TV Digital e vencer um desafio internacional como o 3rd IPTV Application Challenge aguçou ainda mais o interesse pela pesquisa. "Propor uma solução e acreditar que ela pode mudar a vida das pessoas levando mais qualidade de vida é muito gratificante. Me sinto estimulado a pesquisar cada vez mais", afirmou.

O estudante Diego Lopes destacou a importância de contribuir num projeto voltado para inclusão e acessibilidade. "No desenvolvimento de um aplicativo de audiodescrição para TV Digital como o Listening TV pudemos atuar junto com diferentes áreas, entendendo melhor a realidade de quem tem deficiência visual e pensando em solução para melhorar a vida dessas pessoas. Um trabalho que vai além da tecnologia e envolve o fator humano", destacou.

Para o professor coordenador da pesquisa, a vitória também contribuiu para a motivação de outros alunos e pesquisadores da Instituição. "Somos uma jovem universidade e mesmo ainda começando podemos acreditar no nosso potencial, pois temos condições de participar e vencer desafios internacionais. É isso que queremos levar para nossos alunos, motivação para a pesquisa", concluiu.

Na próxima quarta-feira (14), o professor da Unifesspa viaja para o Rio de Janeiro para receber o prêmio e participar de uma aplicação real do projeto durante os Jogos Paralímpicos 2016. A aplicação também terá implementação real que será veiculada via backbone de internet RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa), em 2017 e será traduzida para o português para ser incluída no Clube NCL, considerado maior repositório nacional de aplicativos interativos para a TV.

Fonte: Faculdade de Computação e Engenharia Elétrica (FACEEL) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa)

Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
Aplicativo de audiodescrição e tradução simultânea para espetáculos ao vivo e um sistema que dá


Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
Aplicativo de audiodescrição e tradução simultânea para espetáculos ao vivo e um sistema que dá