Ministério do Turismo lança vídeo sobre turismo acessível

João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são pessoas com deficiência. João, 14 anos, perdeu os movimentos da perna em função de uma doença degenerativa; Sabrina, 17 anos, é deficiente auditiva, e Maristela, 49 anos, perdeu a visão há quatro anos. No dia 15 de setembro, eles embarcaram, a convite do Ministério do Turismo, para uma viagem registrada em um vídeo para a sensibilização da importância da acessibilidade no turismo. O filme foi apresentado nesta terça-feira (27), na cerimônia comemorativa do Dia Mundial do Turismo.

Tratado de Marrakech: Conquistas e Desafios

A Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) é uma entidade de defesa de direitos das pessoas com deficiência visual que nasceu a partir da decisão coletiva de pessoas cegas e entidades juridicamente constituídas de todo o país, de modo a consolidar uma representação democrática e uníssona em âmbito nacional. Essa decisão colocou o movimento de cegos do Brasil em linha com todo o modelo organizativo de luta pela garantia de direitos em âmbito internacional, de modo a posicionar nosso país como um dos principais protagonistas na formulação e monitoramento de políticas e tratados pactuados em âmbito regional e global. Neste sentido, a ONCB vem se posicionar a respeito de nosso apoio ao Tratado de Marrakech.

Câmara Técnica inicia discussões sobre acessibilidade nos cinemas

Com o objetivo de acompanhar a implementação e validar as tecnologias de provimento dos recursos de acessibilidade visual e auditiva nas salas de cinema brasileiras, a ANCINE instalou uma Câmara Técnica formada por representantes dos segmentos de distribuição e exibição, além de servidores da Agência. Os nomes dos integrantes foram divulgados em Portaria publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira, 7 de outubro.

Audiodescrição em produtos Apple

Não é sem motivo que pessoas com deficiência visual dão preferência a Smart Phones, Tablets e outros equipamentos da Apple. Além de fornecer acessibilidade "embarcada" em seus produtos, o que significa que pessoas cegas não precisam gastar nem um centavo a mais com a aquisição de aplicativos específicos como sintetizadores de voz e programas leitores de telas, a empresa também preza pela acessibilidade nos conteúdos das "informações" que oferece em sua plataforma. Claro que a audiodescrição não ficaria de fora quando o assunto é "audiovisuais". Nesse artigo vamos ensinar como você pode ter acesso a audiodescrição em produtos Apple.

Audiodescrição na Escola: Abrindo Caminhos para Leitura de Mundo

No livro Audiodescrição na Escola: Abrindo Caminhos para Leitura de Mundo, Lívia nos conduz pelo universo da Educação,com profundo conhecimento de causa, sensibilidade e criatividade,explorando caminhos e possibilidades. Tudo pode serdescrito, até história em quadrinhos! Não há limites, pois a linguagempermite o que à primeira vista parece impossível.