Congresso de Acessibilidade: Superação, Tecnologia e Inclusão

Durante os sete dias da terceira edição do Congresso de Acessibilidade serão disponibilizados mais de 60 vídeos entre palestras, entrevistas, oficinas, fóruns e webinários ao vivo. O evento é online e totalmente gratuito e pode ser acessado de qualquer dispositivo. As palestras possuem acessibilidade (Libras, Legenda, Audiodescrição e Transcrição) e serão exibidas pelo Youtube e Vimeo.

Congresso de Acessibilidade

"Como estive muito envolvida no Mestrado que estou fazendo em Portugal e recebemos muitos pedidos para reexibir o evento de 2014, resolvemos juntar todas as palestras das duas edições anteriores e disponibilizar num grande evento com quase 10 palestras por dia", afirma Dolores Affonso, idealizadora e organizadora do Congresso de Acessibilidade.

Dentre as palestras que serão disponibilizadas, podemos destacar entrevistas como a do Prof. José Antonio Borges (Centro de referências em Tecnologia Assistiva da UFRJ), Lars Grael, Georgette Vidor, Gustavo Cerbasi (um dos maiores consultores em finanças e investimentos do Brasil); e palestras como as do Armando Nembri sobre educação inclusiva, José Fernandes Franco sobre turismo acessível e lucrativo, Fernando Lemos sobre tecnologias que trazem autonomia à pessoa com deficiência, Prof. Augusto Deodato Guerreiro (Diretor do Mestrado em Comunicação Alternativa e Tecnologias de Apoio da Universidade Lusófona de Portugal) e a própria Dolores Affonso. Além desses temas, muitos assuntos serão tratados nesses sete dias de evento, tais como: empreendedorismo, saúde e convivência, autonomia, mobilidade urbana, ergonomia, acessibilidade, atendimento ao cliente, contratação e gestão de pessoas com deficiência, lei Brasileira de inclusão, direitos da pessoa com deficiência, Lei de cotas, carreira, tecnologia, aplicativos, tecnologia assistiva, , Libras, arquitetura acessível e adaptações, convivência com idosos, aprendizagem de idiomas, sexualidade, intervenção precoce, acessibilidade e inclusão cultural, audiodescrição, comunicação, motivação, e-learning inclusivo, preparação para concurso, saúde dos pais e cuidadores e muito mais!

"Sabemos que é muita coisa para assistir e assimilar, mas entendemos que o Congresso de Acessibilidade é um evento muito importante e esperado por mais de 100 mil pessoas que nos acompanham em mais de 40 países. Além disso, neste último ano, muitas pessoas que nunca tinham assistido a uma edição do Congresso de Acessibilidade nos procuraram e acreditamos ser fundamental o formato unificado deste terceiro congresso", continua Dolores Affonso.

Em 2016 o Congresso de Acessibilidade traz novidades: os organizadores criaram um grupo no WhatsApp e lá, além de dicas e informações sobre acessibilidade e inclusão, serão disponibilizadas todas as palestras, oficinas e entrevistas do evento!

"O Congresso de Acessibilidade, além de um evento online, gratuito e acessível, tem sido como uma incubadora de projetos acessíveis e inclusivos e estamos de portas abertas para ajudar e orientar as pessoas com deficiência, empresas e instituições de apoio e ensino neste caminho e missão de transformar nossa sociedade num lugar onde o sol brilhe para todos", diz Dolores Affonso.

Para participar tanto do evento como do grupo é muito fácil! Basta se inscrever gratuitamente no site! Convide seus amigos, colegas de trabalho, repasse para seus grupos do whatsapp e para suas redes sociais. Vamos ajudar esta informação a chegar a quem precisa!

O que é o Congresso de Acessibilidade

O Congresso de Acessibilidade é o primeiro evento totalmente online e gratuito realizado no Brasil, com foco na Inclusão das Pessoas com Deficiência e/ou Necessidades Especiais (PcD/PNEs), contando com o apoio de várias empresas e instituições, tais como grupos de apoio ao deficiente, associações etc.

A primeira edição do Congresso de Acessibilidade foi realizada entre os dias 21 e 27 de setembro de 2014 através do site www.congressodeacessibilidade.com, tendo sido reexibido no período de 06 à 12 de abril de 2015 a pedido de milhares de pessoas que não conseguiram acompanhar o evento, ou que gostariam de rever. Esta edição reuniu 40 dos maiores especialistas do Brasil tendo, inclusive, atração internacional, que abordaram assuntos diversos, em palestras e entrevistas, sempre discutindo temas relacionados ao universo dos PcD/PNEs. A palavra de ordem é: ACESSIBILIDADE!

O Congresso de Acessibilidade é anual e, em 2015, reuniu mais de 70 mil pessoas em dezembro. Para 2016 esperamos atingir 100 mil pessoas no Brasil e pelo mundo! Neste sentido, diversos são os pontos abordados com o intuito de mudar a sua vida para melhor. O foco está na superação, nas tecnologias e na inclusão. Para que tenham não somente força de vontade, mas reais possibilidades e oportunidades para superar suas limitações e dificuldades, usando muitas vezes as tecnologias de informação, comunicação e assistivas para alcançar a inclusão.

Diante disso, alguns pontos se tornam muito relevantes em nossa jornada, tais como o relacionamento familiar, o acesso à educação de qualidade e inclusiva, ao mercado de trabalho, à cultura e ao lazer, bem como as questões relacionadas aos direitos dos PcD/PNEs, legislação, previdência e muito mais.

O Congresso de Acessibilidade Também aborda temas como motivação, superação, empreendedorismo digital, entre outros que possam mudar a visão e as oportunidades de cada um. Todas as palestras e entrevistas foram pensadas para mostrar como a PcD/PNE pode superar seus obstáculos com as ferramentas adequadas, visando sua autonomia, o autoconhecimento das deficiências, o crescimento pessoal, a autoestima e a busca da excelência na área em que desejar atuar, permitindo assim a sua tão sonhada inclusão na comunidade em que vive.

O que nos motivou

A ideia de criar o Congresso de Acessibilidade totalmente online e gratuito nasceu do sonho de um mundo melhor, mais inclusivo, em que todos tenham não somente os mesmos direitos, mas as mesmas oportunidades. E essa ideia inovadora se fortaleceu a partir da dificuldade identificada em se deslocar as PcD/PNEs para os eventos presenciais sobre o tema, que se restringem aos grandes centros, dificultando o acesso dos próprios deficientes (os mais interessados) à informação e ao conhecimento.

Seja pela falta de acessibilidade das cidades, dos meios de transporte, dos serviços públicos ou pelos altos custos de deslocamento, hospedagem, alimentação etc. para participar de eventos em outros estados e cidades, o fato é que permanecemos excluídos, mesmo nos eventos que deveriam servir de ponte para nossa inclusão.

Pensando nisso, resolvemos encurtar o acesso da forma mais moderna possível, trocando o mundo físico pelo virtual. Ao invés das PcD/PNEs irem atrás das informações nos congressos físicos, nós levamos as informações para dentro de suas casas, seu trabalho e até mesmo de seus celulares através da internet.

É claro que o Brasil não está preparado em todo o seu extenso território para atender com qualidade satisfatória em termos de acesso à internet. Em muitas localidades, é quase inexistente, mas acreditamos que seja possível que as PcD/PNEs possam se reunir em escolas, em organizações não governamentais e em outros locais que ofereçam acesso para acompanhar o evento, sem grandes deslocamentos.

A situação dos PcD/PNEs no Brasil

Alguns números são assustadores e, vivendo isso na pele, como deficiente visual, pude sentir o que cada um de vocês sente todos os dias ao tentar estudar, trabalhar, se relacionar, se divertir, enfim, VIVER!

Na Cartilha do Censo 2010 Pessoas com Deficiência elaborada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) em 2012, o governo reconhece que “a deficiência é um tema de direitos humanos e como tal obedece ao princípio de que todo ser humano tem o direito de desfrutar de todas as condições necessárias para o desenvolvimento de seus talentos e aspirações, sem ser submetido a qualquer tipo de discriminação. Neste mesmo documento, reforça-se a necessidade de garantir a inclusão dos PcDs/PNEs na sociedade: “A Constituição Federal garante aos indivíduos o desenvolvimento pleno no aprendizado, no trabalho e no acesso aos direitos nela estabelecidos. A visão de direitos humanos é baseada na não discriminação e se sustenta em três pilares principais: igualdade de oportunidade, poder de decisão sobre a própria vida e segurança para exigir os direitos”. Entretanto, não é isso que vemos e vivemos em nossa sociedade.

Segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), éramos 45,6 milhões de PcDs, o que correspondia a 23,90% da população, sendo 18,60% de deficientes visuais, 5,10% de deficientes auditivos, 7% de deficiência motora e 1,40% de deficiência intelectual. O número de PNEs ainda é desconhecido, mas vem crescendo com o aumento da expectativa de vida (idosos), além dos outros grupos que não são considerados como PcDs. Estima-se que, juntando PcDs e PNEs, eles correspondam a mais de 50 % da população espalhados por todo o território nacional. E ainda assim, são poucas as políticas públicas efetivas em nosso país.

Apesar de uma legislação abrangente, o desrespeito é enorme. Você com certeza já vivenciou ou pelo menos já viu um cadeirante tentando “pegar” um ônibus sem elevador ou que para fora do ponto; um deficiente visual tentando andar pelas ruas da cidade e colidindo com lixeiras, telefones públicos etc.; uma pessoa com deficiência auditiva tentando se comunicar numa fila de banco; uma pessoa com deficiência intelectual sendo alvo de piadas; um idoso tentando atravessar uma rua cujo semáforo muda com tanta rapidez que não é possível chegar ao outro lado. Esses são exemplos de desrespeito que vivenciamos todos os dias. As dificuldades são inúmeras e tamanhas que acabam por “obrigar” a maioria dos deficientes a se resignarem com suas condições e permanecerem excluídos.

Serviço

O que: III Congresso de Acessibilidade
Quando: de 03 a 09 de dezembro de 2016
Onde: Online/internet
Mais informações:
E-mail: contato@congressodeacessibilidade.com
WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/1hAB5cHSSlAKroW9M6QvfKV
Realização: Dolores Affonso e A&A Consultoria
Apoio: Prodeaf, Laramara, Sebrae, TATC, Oxo Pack do Brasil, Stargardt Brasil, Pratique Poesia entre outros

Dolores Afonso

Dolores Affonso
Diretora Executiva

Dolores Affonso é Mestranda em Ciência Empresariais pela UFP (Porto/Portugal), graduada em Administração de Empresas, com MBA em Marketing e especialização em Educação Especial e Design Instrucional para EaD. Professora e Consultora na FGV, palestrante e Empreendedora. Diretora e sócia-fundadora da A&A Consultoria, autora de diversas colunas em sites, revistas e idealizadora do Congresso de Acessibilidade (www.congressodeacessibilidade.com).

Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
Aplicativo de audiodescrição e tradução simultânea para espetáculos ao vivo e um sistema que dá


Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
Aplicativo de audiodescrição e tradução simultânea para espetáculos ao vivo e um sistema que dá