Poesia Com Deficiência: audiodescrição em prosa e versos

Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência

Poesia com Deficiência: Audiodescrição em prosa e versos

Com sorriso contemplativo
O horizonte banha a face
Sente o calor desenhando
E colorindo com rubor
A obra do nosso astro
Cosmo e seus artistas
E como uma assinatura
O vislumbre sem cor
A vontade de voar
Como se as andorinhas
Passam para nos chamar
Ah uma delicia devagar
no aroma da flor do campo
e em suas essências mágicas
dão graça a esse louvor
segurando sua mão
com cheiro suave
cúmplices a compartilhar
parece que nada nos abala
registramos em nossas palmas
seladas pela química do suor
Nessa dança da água e o ar
O bailado com lindo canto
Tarde de operetas  plácidas
Abrimo-nos para margem
No acústico da marola
Como ela sabe acalmar
Sabe o que ela diz?
Aqui entenderemos o amor
Com essa umidade terra
Seu piso firme no chão
Incômodo do lábio seco
E a pergunta que não quer calar
Pelo seu batimento acelerando
É! Vê tudo isso sem enxergar?
Nessa tarde noturna
A percepção e a emoção
Traduz-se em audiodescrição

Fonte: Poesias Gênero & Sedução

Mais sobre audiodescrição
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série
A Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) é uma entidade de defesa de direitos
Se um game nos faz vivenciar experiências de personagens, muitas vezes surreais, como seria sentir


Mais sobre audiodescrição
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série
A Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) é uma entidade de defesa de direitos
Se um game nos faz vivenciar experiências de personagens, muitas vezes surreais, como seria sentir