Universidade desenvolve aplicativos para pessoas com deficiência

Aplicativo de audiodescrição e tradução simultânea para espetáculos ao vivo e um sistema que dá autonomia a deficientes visuais em ambientes naturais, são tecnologias a serviço das pessoas com deficiência que estão em desenvolvimento na Universidade Carlos III de Madrid, em parceria com empresas do setor privado e instituições especializadas no atendimento de pessoas com deficiência visual ou auditiva.

Tecnologias a serviço das pessoas com deficiência

Tecnologias a Serviço das Pessoas com Deficiência

A Universidade Carlos III de Madrid (UC3M) está a participar, em conjunto com outras instituições do campo artístico, científico e tecnológico, no desenvolvimento de inovações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência e do seu acesso à cultura e ao conhecimento.

Audiodescrição e tradução simultânea para surdos

O projeto STARTIT é um dos exemplos de apoio à deficiência. É um software desenvolvido pela Aptent, um spin-off da UC3M, com o objetivo de tornar mais viáveis e económicas as legendas de texto, a descrição de áudio e a tradução simultânea para os centros cénicos. Com este projeto, já premiado com o prémio de “Acessibilidade e eliminação de barreiras de comunicação” da Associação de Implante Coclear Espanhol-AICE, a Aptent procura trazer cultura teatral às pessoas com deficiência sensorial.

No projeto de Artes Escénicas Accesibles (ARESAC) confluem também a accesibilidade e o teatro. As associações de pessoas com deficiência, criadores e produtores apresentam seus pontos de vista para alcançar um objetivo comum: artes cênicas mais inclusivas para todos. Este projeto está a ser implementado através do Centro Espanhol de Legendagem e Audiodescrição (CESyA) da Royal Board of Disability do Ministério da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade, um centro estatal liderado pela UC3M e que se tornou um ponto de referência em de acessibilidade audiovisual nos campos do cinema, museus, teatro e outros eventos culturais.

Tecnologia de som binaural e navegação por satélite para invisuais

Outro projeto de inovação apoiado pela UC3M tem como enfoque a forma de tornar a natureza mais acessível. A startup apoiada pelo programa UC3M-ESA BIC Comunidad de Madrid, a Geko Navsat desenvolveu uma aplicação móvel gratuita que orienta pessoas com deficiências visuais em ambientes naturais. O aplicativo Blind Explorer usa tecnologias de som binaural (3D) e navegação por satélite para melhorar a autonomia de pessoas com deficiência visual que atravessam espaços naturais e caminhos desconhecidos.

Fonte: TV Europa

Mais sobre audiodescrição
Criado para proporcionar acessibilidade e levar cultura a um maior número de pessoas, o aplicativo
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
O terceiro dia da CinemaCon 2017 contou com a primeira palestra sobre acessibilidade em salas


Mais sobre audiodescrição
Criado para proporcionar acessibilidade e levar cultura a um maior número de pessoas, o aplicativo
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
O terceiro dia da CinemaCon 2017 contou com a primeira palestra sobre acessibilidade em salas