Postagens do assunto: Audiodescrição na Web

Como descrever imagens em sites

Quem está acostumado a navegar pela Web, normalmente se depara com diversos tipos de imagens nas páginas: fotos, pinturas, gráficos, infográficos, organogramas, mapas, ilustrações, capturas de tela, e muitos outros elementos visuais. Esses recursos geralmente são utilizados para complementar, adicionar e ilustrar determinadas informações, ou apenas podem decorar/estilizar algum espaço digital. Mas como descrever imagens de modo a torná-las acessíveis para pessoas cegas? Artigo do Instituto Federal do Rio Grande do Sul.

Tropa de Elite 2 com audiodescrição no Portal Filmes Que Voam

Na próxima sexta-feira (29/07), a Filmes Que Voam lançará gratuitamente em seu portal o filme Tropa de Elite 2 – O inimigo agora é outro na versão em audiodescrição, destinada ao público cego e a pessoas com deficiência visual. Em breve também lançaremos a versão do filme na Libras – Língua Brasileira dos Sinais. A Zazen Produções, detentora dos direitos de exibição do filme, cedeu os direitos à Filmes Que Voam para distribuição gratuita na internet das versões em Libras e Audiodescrição. Trata-se de uma iniciativa inédita no Brasil, que busca estimular as produtoras e distribuidoras a democratizar o acesso de seus filmes aos espectadores com deficiência.

Prefeitura de Santos adere a Campanha #PraCegoVer

Descrição de imagens é uma das novidades que a Secretaria de Comunicação e Resultados (Secor) da Prefeitura de Santos (SP) passou a adotar desde o último dia 17 nos seus canais oficiais de comunicação. No site (www.santos.sp.gov.br), a explicação da foto aparece quando o cursor do mouse passa sobre a fotografia. Já no Facebook, o texto descritivo pode ser acessado pela hashtag pracegover (#pracegover).

Facebook agora tem ferramenta para audiodescrição de imagens

O Facebook lançou uma nova ferramenta para audiodescrição de imagens que permite aos deficientes visuais entenderem as fotos publicadas na rede social. O recurso "texto automático alternativo" é capaz de oferecer uma pequena descrição das fotos para aqueles que usam um software leitor de tela.

Twitter agora tem recurso para descrições de imagens

O Twitter lançou um recurso para permitir que os usuários coloquem descrições de imagens nas fotos publicadas na rede social. O objetivo é tornar as fotos acessíveis para todos os usuários, incluindo as pessoas com deficiência visual, que utilizam o Twitter com a ajuda de softwares que "falam" as informações em texto apresentadas na tela de computadores, mas são incapazes de interpretar imagens.

Emoticons agora têm audiodescrição para deficientes visuais

Para pessoas com deficiência que precisam de softwares de acessibilidade como auxílio no uso de computadores, a audiodescrição ‘Emoticon Coração, Emoticon Coração, Emoticon Coração’ ou ‘Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora, Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora, Emoticon Olho Piscando com a Língua para Fora’ chega a ser irritante, principalmente quando usado muitas vezes em sequência e, desta forma, repetido em áudio na mesma quantidade, como demonstrado na imagem abaixo.

Ventos de Agosto: audiodescrição chega a plataforma Vimeo On Demand

O premiado longa-metragem pernambucano Ventos de Agosto, de Gabriel Mascaro, chega à plataforma Vimeo On Demand em três versões diferentes. Além da versão que foi exibida nos festivais brasileiros e internacionais, e nos cinemas, o filme pode ser visto e ouvido com audiodescrição e em Libras. O aluguel das duas versões custa US$ 1. Para comprar, o valor é US$ 3, o mesmo valor da versão sem audiodescrição ou Libras.

Netflix investe em mais audiodescrição, mas só em inglês

A Netflix começou a oferecer audiodescrição em inglês a partir de abril, inicialmente com a série Marvel – Demolidor. Agora, para tornar a navegação mais fácil, todos os títulos com audiodescrição na Netflix são listados no site. Esse link aparece no rodapé da nova interface da Netflix, no momento com a tradução errada: "Descrição do áudio".

Plataforma Crítico reúne mais de 300 especialistas em materiais digitais acessíveis, produtos táteis e transcrição, Libras e audiodescrição

Acessibilidade é boa para todos e, por ser interdisciplinar, deveria fazer parte de todos os cursos universitários, para que os profissionais compreendam totalmente o universo das pessoas com deficiência. A avaliação é feita pela professora Mary Grace Pereira Andrioli, idealizadora da plataforma Critco, criada para tornar qualquer conteúdo acessível.