Postagens do assunto: Inclusão

Um dia de comemoração e luta

Desde o início dos anos 1980, com o avanço dos movimentos sociais, escolhemos o começo da primavera para aflorar em busca de respeito e visibilidade. A Convenção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CDPD) da ONU é acolhida pelo Brasil por meio do Decreto Legislativo nº 186/2008, mantendo-se constante debate até comemorarmos com o marco legal LBI (13.146/2015), que elege a barreira atitudinal como a mais limitante e obstrutora de nossa cidadania.

Mais sobre audiodescrição
Grande parte dos projetos culturais é realizada via leis de renúncia fiscal, ou seja, com
O Observatório da Imprensa da última terça-feira debateu a prevista falta de acessibilidade durante a
O mais recente artigo de Izabel Maior, sobre o silêncio incompreensível , foi como a

Espaços Deficientes

Grande parte dos projetos culturais é realizada via leis de renúncia fiscal, ou seja, com impostos de todos, incluindo as pessoas com deficiência visual e auditiva. Pode uma menina cega assistir a uma peça de teatro e ao fim sair comentando sobre detalhes do cenário e figurino? Pode um rapaz surdo ir a um musical e se emocionar com a letra das músicas que compõem a trilha? Pode uma pessoa cega ser júri de um festival de cinema? Pode um grupo de amigos cegos ir ao teatro e ler o programa sem ajuda? Sim, é possíve le prova de que os espaços deficientes é que tornam as pessoas deficientes.

Mais sobre audiodescrição
Nós, pessoas com deficiência e representantes das entidades da sociedade civil que atuam na defesa
Carta Aberta em Defesa da Audiodescrição CONSIDERANDO que a Constituição de 1988 estabeleceu a obrigação
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em

Observatório da Imprensa discutiu falta de acessibilidade na Copa 2014 e Olimpíadas 2016

O Observatório da Imprensa da última terça-feira debateu a prevista falta de acessibilidade durante a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 e a falta de espaço dado pela mídia ao assunto

Mais sobre audiodescrição
Desde o início dos anos 1980, com o avanço dos movimentos sociais, escolhemos o começo
Grande parte dos projetos culturais é realizada via leis de renúncia fiscal, ou seja, com
O mais recente artigo de Izabel Maior, sobre o silêncio incompreensível , foi como a

A Galinha Ruiva: artigo de Marta Gil

O mais recente artigo de Izabel Maior, sobre o silêncio incompreensível , foi como a famosa gota dágua que me fez lembrar a história da Galinha Ruiva, será que vocês conhecem?

Mais sobre audiodescrição
Nós, pessoas com deficiência e representantes das entidades da sociedade civil que atuam na defesa
Carta Aberta em Defesa da Audiodescrição CONSIDERANDO que a Constituição de 1988 estabeleceu a obrigação
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em

Ouvidos para enxergar

"O que faz com que homens sejam homens é a imaginação". A afirmação do iluminista francês Denis Diderot, autor de Carta Sobre os Cegos, escrita no século 18, serve tal fio condutor às reflexões sobre a estética do olhar, a comunicação e a inclusão, desde lá. Não à toa, foi o pensador, primeiro a ponderar acerca da importância de se descrever/traduzir obras de arte e espetáculos, sobretudo a quem não pode ver com os olhos, que a filósofa Isabel Machado (Bell Machado) se reportou ao introduzir, de maneira pioneira no Brasil, a audiodescrição, em 2000 – isso depois de aprender com deficientes visuais do Centro Cultural Louis Braille de Campinas a ressignificar o mundo "visível" de forma tangível; e passar a narrar filmes ao vivo (foram mais de 300 sessões narradas até aqui), desempenhando um trabalho que poderia ser definido como ouvir para enxergar.

Mais sobre audiodescrição
Desde o início dos anos 1980, com o avanço dos movimentos sociais, escolhemos o começo
Grande parte dos projetos culturais é realizada via leis de renúncia fiscal, ou seja, com
O Observatório da Imprensa da última terça-feira debateu a prevista falta de acessibilidade durante a

Quem cabe na cultura?

Cumprir leis é crime? Atender as boas e garantidoras leis, incondicionais na garantia dos direitos humanos, por exemplo, será um crime maior ainda? É esse o dilema que nossa instituição, a ONG Escola de Gente, de Comunicação em Inclusão, enfrenta há 11 anos, quando foi criada por aguerridos jornalistas e ativistas, focados em fazer de toda política pública uma política pública inclusiva. Um projeto ousado até hoje.

Mais sobre audiodescrição
Nós, pessoas com deficiência e representantes das entidades da sociedade civil que atuam na defesa
Carta Aberta em Defesa da Audiodescrição CONSIDERANDO que a Constituição de 1988 estabeleceu a obrigação
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em

Semana de Inclusão e Acessibilidade na UFC

De 3 a 8 de junho, o Campus do Benfica – espaço da Universidade Federal do Ceará que concentra o maior número de pessoas com deficiência na Instituição – será palco da Semana de Inclusão e Acessibilidade (SIA), evento voltado para todas as pessoas cegas, surdas, cadeirantes, muletantes ou com algum tipo de restrição na mobilidade.

Mais sobre audiodescrição
Desde o início dos anos 1980, com o avanço dos movimentos sociais, escolhemos o começo
Grande parte dos projetos culturais é realizada via leis de renúncia fiscal, ou seja, com
O Observatório da Imprensa da última terça-feira debateu a prevista falta de acessibilidade durante a

Fiquem atentos, querem prejudicar nosso direito à audiodescrição

Está chegando o 1º de julho de 2013, data em que, de acordo com o que determina a Portaria nº 188 do Ministério das Comunicações, a quantidade de programação audiodescrita veiculada pelas emissoras abertas de televisão deverá passar de ínfimas duas para ínfimas quatro horas semanais.

Mais sobre audiodescrição
A plenária sobre Acessibilidade: closed caption, libras, audiodescrição e atualização das normas, moderada por Caio
Nem todos os cidadãos conseguem ter acesso ao conteúdo que passa na televisão da mesma
O Ministério Público Federal notificou 11 emissoras de rádio e televisão de Mato Grosso do

Importância do acesso a informação em espaços culturais

Especialistas em acessibilidade e ONGs que atuam com portadores de necessidades especiais ouvidos pelo Estado destacam os avanços alcançados em acessibilidade nos espaços culturais de São Paulo, mas defendem a realização de mais iniciativas voltadas ao acesso à informação.

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação

Recurso pesquisado na UECE pode ajudar a vida de muita gente

A audiodescrição pode ajudar não apenas na tradução de imagens mediante o uso das palavras, mas também ampliar o universo cultural, além de promover a inclusão dos portadores de necessidades especiais visuais na sociedade em geral. Para que isso se torne realidade, é preciso que haja maior compreensão dos produtores culturais locais em tornar as manifestações artístico-culturais acessíveis a esse grupo de pessoas, usando, além do recurso da audiodescrição, legendagem e interpretação em Dicionário da Língua de Sinais (Libras).

Mais sobre audiodescrição
Alunos do curso de Especialização em Audiodescrição, promovido pelo Núcleo de Pesquisa em Inclusão, Movimento
Nos últimos meses me dediquei exclusivamente aos cursos de formação de professores, tendo atuado, simultaneamente,
Para apresentar o tema audiodescrição aos estudantes que participam de um projeto de iniciação científica