Postagens do assunto: SBTVD

Ferramentas DE Acessibilidade para TV Digital Interativa comn Java

Neste tópico será apresentada a pesquisa bibliográfica sobre os temas estudados para a construção deste trabalho, os principais conceitos sobre televisão digital interativa e ferramentas de acessibilidade, assim como a contextualização dos padrões e bibliotecas existentes.

Ministério das Comunicações empenha sua palavra

A primeira vista, para aqueles que não acompanharam, desde 2004, os acontecimentos envolvendo, de um lado, as pessoas com deficiência, de outro, as emissoras brasileiras de televisão, e no meio o Ministério das Comunicações, podem considerar está notícia maravilhosa. No entanto, tantas foram as portarias ministeriais, as consultas e audiências públicas, reuniões técnicas, ofícios para o Minicom e o Ministério Público, Mandado de Segurança, Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, tantas foram as ídas e recuos do ex-ministro Hélio Costa, que recebemos esta notícia com mais reservas que alegria. De nossa parte, o Blog da Audiodescrição continuará em sua tarefa de difundir o recurso da audiodescrição e lutar por sua implementação na televisão brasileira até chegarmos aos 100% da programação, conforme previsto na primeira versão da Norma Complementar nº 1/2006, oficializada pela Portaria 310/2006.

TV Digital é promessa de mais recursos para os deficientes

Estudo divulgado pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) prevê que até o fim deste ano o brasileiro comprará 500 mil computadores a mais do que televisores. São 10 milhões de computadores contra 9,5 milhões de aparelhos da velha e boa TV. Os dados apontam um futuro próximo e convergente, mas a televisão aberta ainda é a principal fonte de informação para o brasileiro.

Acessibilidade na TV vira lei

O Ministério das Comunicações determinou por lei que, a partir do dia 27 de junho, as emissoras de televisão deverão disponibilizar os recursos de closed caption, dublagem e audiodescrição para a descrição de cenas, em prol da acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais. Telespectadores que assistem à TV em academias, bares e aeroportos também serão beneficiados pela lei.

TV digital brasileira: som e audiodescrição com mais qualidade

Desde ontem (2/12) o brasileiro pode perceber uma incrível melhoria da qualidade do som e das imagens em qualquer dos formatos que serão oferecidos pela TV digital aberta -serviço móvel, serviço padrão (SD 480 linhas) e alta definição (HD 1.080 linhas).

Espanha lança decodificador acessível para TV digital

El Ministerio de Industria ha puesto en marcha un plan que, con una dotación económica de 7,2 millones de euros, está permitiendo a los colectivos en riesgo de exclusión beneficiarse de la TDT en la misma medida que el resto de la población. Gracias a esta iniciativa, los mayores de 65 años con altos niveles de dependencia, los mayores de 80 años que vivan solos o en compañía de otra persona mayor de 80 años y las personas con discapacidad visual o auditiva reconocida, tienen derecho a la cesión gratuita de un descodificador.

Portaria MC nº 188 de 2010

Portaria Nº 188, de 24 DE Março de 2010

O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, incisos II e IV, da Constituição,

RESOLVE:

Minicom dá 10 anos para implantação plena da audiodescrição

Governo, entidades civis e empresas discutem há anos a implantação de uma ferramenta que dará acessibilidade à programação veiculada nas TVs aos deficientes visuais: a audiodescrição. Há pelo menos três anos, esse dispositivo – que consiste na descrição de sons e imagens nas peças audiovisuais – deveria estar disponível em parte da programação, mas o Ministério das Comunicações, atendendo a apelos das radiodifusoras, adiou a implantação sucessivas vezes. Agora, uma nova portaria do Minicom deverá gerar ainda mais atritos com as entidades civis e fazer com que as empresas respirem aliviadas.

Minicom dá novo prazo para emissoras adotarem audiodescrição

O Ministério das Comunicações estabeleceu novo prazo para que as emissoras de TV passem a usar o recurso da audiodescrição em sua programação, como determina o item 7 da Norma Complementar 01/06, que trata de recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência, na programação veiculada nos serviços de radiodifusão de sons e imagens e de retransmissão de televisão. Pelo novo cronograma, o recurso será obrigatório a partir de 1º de julho deste ano, em no mínimo duas horas de programação semanais, veiculadas pelas emissoras "cabeça de rede", que já tenham licença para transmitir com tecnologia digital.