Postagens do assunto: Teatro

Programa Petrobras Distribuidora de Cultura tem 15 milhões para teatro acessível

A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura (PPDC), seleção pública específica para a circulação de peças teatrais no país. O objetivo é contemplar projetos teatrais profissionais, não inéditos, nas categorias “Adulto” e “Infanto-juvenil”, relevantes dentro do cenário cultural brasileiro. O investimento é de R$ 15 milhões para o biênio 2017/2018.

Mais sobre audiodescrição
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma
O Projeto Matéi, da Universidade Livre do Teatro Vila Velha, apresenta cinco peças do romeno

Paradinha Cerebral terá audiodescrição no Circuito Cultural Olímpico

Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos selecionados pela Secretaria Municipal de Cultura (RJ) para fomentar a cultura na cidade. A expectativa é que os turistas que estiverem no Rio aproveitem não somente os esportes, mas também a cultura carioca.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma
O Projeto Matéi, da Universidade Livre do Teatro Vila Velha, apresenta cinco peças do romeno

Com criatividade e recursos de acessibilidade, teatros expandem seu público

Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma peça com tradução em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais), e de deficientes visuais, conectados ao recurso de audiodescrição. O Teatro Vivo, em São Paulo, foi pioneiro no Brasil a usar recursos de acessibilidade para os espectadores com deficiência visual ou auditiva. Ao disponibilizar esses recursos, o teatro conseguiu atrair um novo público até então culturalmente marginalizado: o das pessoas com deficiência.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
O Projeto Matéi, da Universidade Livre do Teatro Vila Velha, apresenta cinco peças do romeno

Teatro Vila Velha apresenta 5 peças com audiodescrição

O Projeto Matéi, da Universidade Livre do Teatro Vila Velha, apresenta cinco peças do romeno Matéi Visniec, dirigidas por Marcio Meirelles. Nos meses de julho e agosto, o público baiano terá a chance de assistir,de uma única vez, a cinco peças escritas pelo romeno Matéi Visniec, um dos dramaturgos contemporâneos mais aclamados pela crítica internacional. Com todos os espetáculos dirigidos pelo encenador Márcio Meirelles, o Projeto Matéi traz as obras Fronteiras, Agorafobias, Deserto, A História dos Ursos Pandas, além do monólogo As Palavras de Jó, que marca o retorno de Meirelles ao palco após 36 anos distante do trabalho de ator. O projeto ocupa o Teatro Vila Velha de quarta a domingo e todas as peças são acessíveis para deficientes visuais através do recurso da Audiodescrição.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

Teatro acessível para todas as crianças

Meu nome é Estefany, moro em Belém, tenho 10 anos, sou cega e adorei ir ao teatro. Eu não enxergo, mas acompanhei o espetáculo do começo ao fim. Foi uma das coisas mais legais que já fiz. A oportunidade para crianças com deficiência irem ao teatro é rara no Brasil. Por isso, junto com a minha mãe, criei este abaixo-assinado para que os senadores aprovem o Dia Nacional do Teatro Acessível e, assim, todas as crianças possam ir e, sempre que quiserem, participarem das peças de teatro.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

Tributo a Michael Jackson: espetáculo com acessibilidade para surdos e cegos

Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) e trabalha em eventos culturais há oito anos. Ela diz que é preciso traduzir ao público surdo as letras e também o ritmo das músicas. Para entrar na cadência do astro do pop, dança junto (até mimetiza as mãos arqueadas de "Thriller") e imita o tocar de instrumentos que se sobressaem: faz gestos de um bateristas, dedilha uma guitarra. Enquanto isso, a audiodescritora Livia Motta, 62, fica em uma cabine, ao fundo da plateia. Sua função é narrar aos espectadores cegos, munidos de fones de ouvido, o que acontece sobre o palco. No roteiro, conta ela, também faz um histórico sobre as músicas, o artista e a coreografia do espetáculo.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

Programa de formação de atores incorpora audiodescrição ao currículo

O lançamento do espetáculo Bença marca uma ação inédita no Brasil: a incorporação da audiodescrição como atividade sistematizada de um programa de formação de atores. Todo o processo foi realizado por integrantes da Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha. A peça Bença permanece em cartaz de sexta a domingo, até 14 de junho, no Teatro Vila Velha, e a audiodescrição é oferecida ao público sempre aos sábados (20h) e domingos (19h).

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

O Som das Cores: na Caixa Cultural

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, entre os dias 24 e 27 de julho, o espetáculo de animação O Som das Cores, da Companhia Catibrum, que narra, de forma fantasiosa e imaginativa, as aventuras e desventuras de Lúcia, uma menina de 15 anos, que perde a visão subitamente e, pensando que seu cachorro havia fugido com seus olhos, sai à procura deles pelos subterrâneos das estações de metrô. Para permitir que pessoas com deficiência visual possam assistir ao espetáculo, será utilizada uma aparelhagem de audiodescrição em todas as apresentações feitas em Fortaleza. Cinquenta aparelhos de escuta estarão ligados a uma cabine à prova de som, onde um profissional fará a descrição das informações visuais – ou seja, do que não é dito nos diálogos do espetáculo.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

Lili Uma História de Circo traz a magia da lona para os palcos, com audiodescrição

O projeto Teatro Acessível, uma realização do Oi Futuro, promove no domingo, dia 20 de julho, sessão com acessibilidade do espetáculo infantil Lili, uma história de circo, no Oi Futuro Ipanema, com recursos de audiodescrição para pessoas com deficiência visual e intérprete de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e tela com legendas para deficientes auditivos. O projeto, realizado pela Lavoro Produções, acontece uma vez por mês, durante todo o ano nos teatros Oi Futuro Ipanema, Flamengo e Belo Horizonte.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma

Maxilar Viril: com audiodescrição em BH

No mês de julho, o projeto Teatro Acessível no Oi Futuro Klauss Viana tem o prazer de levar recursos de acessibilidade para Maxiliar Viril, o novo espetáculo da Cia. Maldita de Investigação Teatral, companhia belo-horizontina que tem uma trajetória aplaudida no teatro autoral e de experimentação e que inicia agora as comemorações pelos seus 10 anos de existência.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma