Pessoas com deficiência e a nova lei de radiodifusão da Argentina

El lunes pasado, en el ND Ateneo, se realizó el encuentro que puso en discusión el lugar que les corresponde a las personas con discapacidad en el nuevo proyecto de Comunicación Audiovisual. Se destacó la presencia de organizaciones sociales y sindicales, ONGs de discapacidad y de personas con discapacidad.

Mara Gabrille: Derrubando Barreiras pela informação

Você já imaginou algum momento da sua vida em que não existisse sequer uma maneira para se comunicar? Eu posso falar por experiência própria o quão difícil é conviver com o silêncio forçado. Digo isso porque ao sofrer o acidente, que resultou em minha tetraplegia, fiquei um bom período sem poder falar. Comunicava-me somente com meus olhos, por meio de uma tabela com as letras do alfabeto.

A INFORMAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE EMANCIPAÇÃO

I CICLO DE DEBATES

ACESSIBILIDADE E ACESSO A INFORMAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE EMANCIPAÇÃO

Data: 12 de abril de 2010

Credenciamento: 12h30

Duração: das 13h30 às 17h00

Local: Flower’s Garden Buffet

Endereço: Rua Gualaxo, 285 – Paraíso – São Paulo – SP

(próximo à Estação Paraíso do Metrô)

ENESP lança DVD com audiodescrição

O pesquisador Paulo Amarante representará a Escola Nacional de Saúde Pública na II Conferência Nacional de Cultura (CNC), realizada em Brasília, de 11 a 14 de março.

Passeio Noturno ao Zoológico com audiodescrição

No próximo dia 16 de abril, acontece a primeira visita noturna ao Zoológico de São Paulo com audiodescrição. Este é um projeto piloto da ADEVA em parceria com a Fundação Zoológico de São Paulo, que tem o objetivo de fazer com que mais locais, parques, museus, salas de espetáculos (e outros) estejam melhor preparados para receber pessoas com deficiência.

Escola de Mulheres: inicia temporada 2010 do Teatro VIVO

Arnolfo (Oscar Magrini) é um profundo conhecedor dos adultérios da cidade e seus motivos. Com medo de sofrer do mesmo mal, cria uma menina, Inês (Thais Pacholek), para ser ingênua, ignorante, submissa e dependente para com ele se casar. Inês apaixona-se por Horácio (Eric Marmo), filho de seu amigo Oronte (Flávio Faustimoni) e está instalada a confusão. Além de fazer rir, Escola de Mulheres critica os costumes da época: casamento, educação das mulheres, as regras morais, a ignorância das mulheres e a pretensa superioridade masculina.