A REVOLTA DOS BRINQUEDOS ENCERRA MAIS UMA TEMPORADA COM SUCESSO

No último dia 24 de outubro, o espetáculo a Revolta dos Brinquedos encerrou a segunda temporada no Teatro Apolo. Com a inserção do intérprete de LIBRAS e da audiodescrição, a peça não só ampliou o público, como foi mais além, e se tornou um marco na história do teatro pernambucano. A iniciativa, pioneira no Estado, foi destaque na mídia local e atraiu a atenção de todo o público.

Filhos do Brasil será apresentado com audiodescrição e LIBRAS

Pessoaaaaaal! Está chegando! Como muitos sabem, desde Junho deste ano estou na Oficina dos Menestréis, em São Paulo; entrei num curso/montagem da turma Mix Menestréis, que é formada por cadeirantes, colegas de apagão, pessoal da baixa resolução de imagem e mais todo tipo de malacabado! Ah, e tem até uns pessoal estranho também, que não tem nenhuma deficiência (aparente…), e desde Agosto estamos montando o musical Filhos do Brasil, de Oswaldo Montenegro, sob a direção de Deto Montenegro e seus assistentes Rica Santana, Léo Pinheiro, Patrícia Kfouri e Evelyn Klein. E eu estou aqui pra convidar todos vocês para irem conferir o resultado deste belo trabalho de meses no Teatro Dias Gomes, em São Paulo, dias 06, 07, 13 e 14 de Dezembro, sempre às 21:00h.

Pilar da Áudio-Descrição

Reflexões Sobre o Pilar da Áudio-descrição: Descreve O Que Você Vê
Fabiana Tavares dos Santos Silva
Viviane de Bona
Andreza da Nóbrega Arruda Silva
Isis Carvalho
Elisangela Viana da Silva

Cinema como instrumento para debates

Um marco já consolidado no calendário anual dos Direitos Humanos no Brasil, a Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que acontece de 8 de novembro a 19 de dezembro em todo o Brasil, completa cinco anos de exibição de filmes que abordam questões sobre liberdade de expressão e de pensamento e igualdade, produzidos em todos os países sul-americanos.

A Mostra deste ano reúne mais de 40 títulos da Argentina como “Meu Companheiro”, de Juan Darío Almagro; do Brasil: “Avós”, de Michel Wahrmann, e “Perdão, Mister Fidel”, de Jorge Oliveira; Bolívia e Equador: “América tem Alma”, de Carlos Azpura; Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela que serão projetados em 20 capitais brasileiras entre elas Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e outros.

Segundo os organizadores, a ideia do evento é fortalecer a educação, a cultura, a formação de uma mentalidade nova de solidariedade, respeito e tolerância por meio dos filmes, pois tratam de temas como direito à terra, ao trabalho, à inclusão social, à diversidade étnica, à diversidade religiosa, à solidariedade intergeracional da cidadania LGBT, o direito à memória e à verdade, direitos dos povos indígenas.

Uma retrospectiva histórica de longas de outros anos sobre o tema do Direito à Memória e à Verdade também faz parte da programação do evento. Os filmes retratam de diferentes formas os graves e violentos crimes promovidos pelos agentes dos regimes ditatoriais do Cone Sul.

As seções são gratuitas e têm audiodescrição, “closed caption” e acesso a deficientes físicos.

Serviço:
5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos
De 8 de novembro a 19 dezembro de 2010
Entrada Franca

Fonte: Carta Capital

Centro Cultural Banco do Brasil lança Cinema Nacional Legendado & Audiodescrito

Com o objetivo de fomentar o acesso à cultura de pessoas com baixa visão, audição parcial, cegas ou surdas, possibilitando que tenham oportunidade de, mais do que assistir, compreender uma produção cinematográfica, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) apresenta o projeto intitulado Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito (CNLA), que acontecerá de novembro de 2010 a dezembro de 2011.

A inclusão me escolheu

Responsável pelo trabalho de acessibilidade da Circus Produções , o professor Ernani Ribeiro encara a inclusão social como filosofia de vida.

O novo cinema do Brasil no dia 23 em Brasília

A Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal, sob patrocínio da Petrobras, co-patrocínio da Terracap e apoio Sabin, Centro Cultural Banco do Brasil, BRB, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e Câmara Legislativa do Distrito Federal, realiza de 23 a 30 de novembro de 2010 a 43ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Jornada Pelos Direitos Humanos terá exposição fotográfica acessível

Os Direitos Humanos não são um conjunto de princípios e valores absolutos de convivência entre os seres humanos. Ao contrário, são conquistas históricas humanas e por isso passam por um processo contínuo de ressignificação cultural no tempo e no espaço. Daí por que a necessidade de os Direitos Humanos serem tema de constante reflexão teórica e de proteção para que sua presença permaneça nas futuras gerações.