Noiva presenteia os pais com audiodescrição em seu casamento

Os pais da noiva têm deficiência visual e por isso ela decidiu incluir o serviço de audiodescrição na cerimônia de seu casamento. Assim, seus pais e todos os convidados que usaram os fones de ouvido puderam acompanhar detalhes deste momento tão importante para a família. Veja a matéria do jornal Hoje em Dia, da TV Record.

Milhões para os exibidores. Quanto para a acessibilidade?

{A ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o presidente da Ancine, Manoel Rangel, anunciaram, na última quinta-feira (31) a criação de uma linha de financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) voltada para a digitalização das salas de cinema administradas por empresas brasileiras, no valor de R$ 140 milhões. Em ação complementar, um apoio não-reembolsável de até R$ 6 milhões será destinado à digitalização das salas de pequenos grupos exibidores.

Público prefere filmes dublados

Entre ver e ler, muitos expectadores se dividem na hora de assistir aos filmes exibidos nos cinemas londrinenses. Enquanto uns preferem os legendados, uma grande parte escolhe os dublados. E a procura que tem crescido, segundo avaliação de programadores de cinema: as salas mais lotadas são aquelas que traduzem o original para o português na voz do personagem. Nos últimos dias, o JL recebeu diversas cartas de leitores opinando sobre o assunto.

Parceria entre Unicamp e Secretaria Municipal pretende impulsionar a audiodescrição

Parceria firmada entre a Secretaria Municipal Extraordinária da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida e o Laboratório de Acessibilidade (LAB) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desencadeou três ações práticas. Durante reunião, que ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 1º de fevereiro, a secretária Emmanuelle Garrido Alkmin foi convidada pela coordenadora do Sistema de Bibliotecas da Unicamp, Valéria dos Santos Martins, a proferir palestra de abertura do Fórum de Bibliotecas Acessíveis no Ensino Superior, que será realizado no primeiro semestre deste ano.

Acessibilidade em Shows: o Hit na Rede abraça essa causa

A partir de hoje, o Hit na Rede irá prestar um serviço de informação a pessoas com deficiência em shows. Isso significa trazer informações específicas para essa parcela da sociedade que, assim como todos, consome e também quer diversão e arte.