Postagens do assunto: Mostras e festivais

Stop Motion para todos os públicos, inclusive aqueles com deficiência

A partir desta terça-feira (24), o Cinema São Luiz e o Cinema do Museu, no Recife, recebem a 5ª edição do Festival Internacional Brasil Stop Motion. Durante o evento, haverá exibição de filmes, mostra competitiva, mostra com audiodescrição, oficinas e masterclass com o animador, roteirista e diretor tcheco Jan Balej, homenageado desta edição. Ao todo, serão exibidos 61 filmes de 26 países. O festival segue até o sábado (28).

Mostra Nacional de Filmes Eróticos Às Escuras

A Mostra Nacional de Filmes Eróticos Às Escuras abre inscrições para sua primeira edição, que acontecerá em março de 2016, no Cinema do Museu, em Casa Forte. Os interessados têm o prazo de 20 de novembro a 20 de dezembro para participarem do processo seletivo, e podem encontrar a ficha de inscrição e o regulamento no site da VouVer Acessibilidade, empresa realizadora do evento.

Ouvir e Tocar: mostra cultural promovida pelo CAPDV de Campo Grande

O CAPDV de Campo Grande /MS, sob a coordenação de Cândida Abes aluna concluinte do primeiro Curso de Pós-Graduação em Audiodescrição da Universidade Federal de Juiz de Fora apresenta a I Mostra Cultural “Ouvir e Tocar ” , que acontecerá no dia 22/10/2015 a partir das 13 horas na rua da Paz, 214 Jardim dos Estados. O Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual CAP DV/MS é vinculado à Secretaria de Estado de Educação SED/MS.

Curadora do Assim Vivemos fala sobre o festival

O sucesso do curta-metragem Cão Guia, de 1999, em festivais nacionais, fez com que o trabalho, produzido por Lara Pozzobon e dirigido por Gustavo Acioli, fosse convidado a participar de um evento em Munique, na Alemanha, que tinha como tema filmes que mostram pessoas com deficiência. A experiência marcou tanto Lara e Gustavo que eles resolveram fazer algo semelhante no Brasil. Nasceu assim o Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência, que atualmente está na sétima edição e fica no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo até o dia 5 de outubro.

mostra Cinema Petrobras em Movimento

A 16ª edição da mostra Cinema Petrobras em Movimento contará com recursos de acessibilidade como audiodescrição (descrição das cenas para pessoas com deficiência visual) e interpretação de Libras (linguagem de sinais para pessoas com deficiência auditiva), começa nesta quinta-feira, 1º de outubro, em vários horários e locais da cidade de Campinas, . Os recursos serão aplicados por profissionais da Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPD).

Festival de Gramado 2015: 3 block busters com audiodescrição

O longa-metragem Ausência, de Chico Teixeira, será exibido com audiodescrição ao vivo no 43º Festival de Cinema de Gramado, na mostra competitiva de longas-metragens brasileiros – a sessão ocorre na noite da terça-feira, 11 de agosto, no Palácio dos Festivais. Além de Ausência, O Tempo e o Vento e Tropa de Elite 1 também serão exibidos com audiodescrição, legendas e Libras durante a programação do festival.

Ausência - cartaz do filme

Ausência é um drama familiar centrado na figura de Serginho, que precisa lidar com o recém-adquirido papel de homem da casa cuidando de sua mãe e seu irmão mais novo e trabalhando na feira, ao mesmo tempo em que mantém uma amizade com Mudinho e Silvinha e uma relação afetivamente confusa com o Professor Ney.

A audiodescrição amplia o entendimento de pessoas cegas ou com baixa visão e torna mais acessíveis filmes ou peças de teatro, por exemplo, ao proporcionar informações sobre personagens, cenários, figurinos e ações relevantes para a compreensão da obra.

Em Ausência, o roteiro e a narração da audiodescrição são obra de Letícia Schwartz, que contou com a consultoria de Marilena Assis e André Campelo. A produção é da OVNI Acessibilidade Universal, com apoio da A2 Sistemas Audiovisuais e da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades do Rio Grande do Sul (Faders).

Para a sessão com audiodescrição de Ausência, serão disponibilizados 50 aparelhos de tradução simultânea e um número limitado de ingressos gratuitos destinados exclusivamente a cegos ou pessoas com baixa visão.

Também haverá traslado gratuito para esse público entre Porto Alegre e Gramado no dia da exibição. A partida está marcada para as 16h, em frente à sede da Faders (Rua Duque de Caxias, 418, Centro Histórico), com retorno previsto para as 23h.

As reservas de ingressos e vagas no transporte podem ser solicitadas até a sexta-feira, 07, pelo [email protected] ou pelos fones (51) 3414 4690, (51) 8451 2115 ou (51) 9208 1176. Ingressos adicionais para a sessão podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido ou na bilheteria do teatro, a partir da quarta-feira, 05.

Além de Ausência, o Estúdio Som da Luz e o Instituto Estadual de Cinema exibem durante a programação do 43º Festival de Cinema de Gramado outros dois longas-metragens com acessibilidade para pessoas com deficiência. Os clássicos O Tempo e o Vento, de Jayme Monjardim, e Tropa de Elite, de José Padilha, terão sessão com audiodescrição, legendas e língua de sinais. A intenção é que pessoas cegas, com baixa visão, surdas, com deficiência auditiva ou sem nenhuma deficiência compartilhem da experiência fílmica na mesma sala de projeções durante a programação do Festival de Gramado.

Os títulos foram exibidos recentemente na programação do Festival de Cinema Acessível, que ocorreu na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre. Quem ainda não viu ou quer repetir a dose poderá assistir, na serra gaúcha, O Tempo e o Vento no dia 9 de agosto (domingo) e Tropa de Elite no dia 15 (sábado). O Festival de Cinema de Gramado oferece nas duas datas transporte gratuito de ida e volta de Porto Alegre para Gramado aos interessados.

"Temos orgulho de levar essas obras para Gramado, pois esse evento é uma referência nacional. Está na hora de todos os envolvidos na cadeia produtiva do cinema perceberem que acessibilidade é fundamental", afirma Sidnei Schames, idealizador do projeto sócio do Estúdio O Som da Luz. Antes da exibição de cada filme haverá um bate-papo sobre acessibilidade em produções culturais com os integrantes da equipe que trabalha no projeto.

Além das exibições dos dois longas, o Estúdio Som da Luz e o IECINE foram convidados e estão dando apoio ao Painel “Acessibilidade no Cinema – Recursos e Tecnologias”, que acontece dia 14 dentro da programação do Festival de Cinema de Gramado.

SERVIÇO

PRIMEIRO FILME
O quê: Bate-papo sobre acessibilidade em produções culturais seguido de exibição de O Tempo e o Vento
Participantes da mesa: Marcia Gonçalves (Desenvolver Inclusão), Mariana Baierle (FM Cultura) e Sidnei Schames (Estúdio O Som da Luz)
Quando: 9 de agosto (domingo)
Horário: 15h
Onde: Sala Diamante, no Hotel Serra Azul – Rua Garibaldi, 152 – Centro – Gramado/ RS

SEGUNDO FILME
O quê: bate-papo sobre acessibilidade cultural e exibição de Tropa de Elite 1
Participantes da mesa: Felipe Mianes (Ulbra), Mariana Baierle (FM Cultura) e Sidnei Schames (Estúdio O Som da Luz)
Quando: 15 de agosto (sábado)
Horário: 15h
Onde: Sala Diamante – HOTEL SERRA AZUL – Rua Garibaldi, 152 – Centro – Gramado

PAINEL SOBRE ACESSIBILIDADE
O quê: Painel “Acessibilidade no Cinema – Recursos e Tecnologias
Participantes: Felipe Mianes (Ulbra), Marcia Caspary (Tagarellas Produções), Marilaine Costa (Acorde Filmes), Mimi Aragón (OVNI Acessibilidade Universal), Rafael Martins dos Santos (Acergs), Sidnei Schames (Estúdio O Som da Luz)
Quando: 14 de agosto (sexta-feira)

SOBRE O TRANSPORTE
Nas duas datas de exibição dos filmes (9 e 15 de agosto) o Festival de Cinema de Gramado oferecerá transporte aos interessados residentes em Porto Alegre e na região. Qualquer pessoa (com ou sem deficiência) que desejar utilizar o transporte deve fazer reserva prévia, de forma totalmente gratuita, através dos fones (51) 3286-1900 ou (51) 3286-8100, com Andréa ou Débora. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h). Haverá transporte para Ida e volta, saindo do Aeroporto de Porto Alegre a partir das 9h e retorno a Porto Alegre (até o Aeroporto) das 17h30min às 19h – saindo da frente do Serra Azul. Para ambos os trechos é preciso efetuar reserva prévia diretamente com o IECINE.

O 43º Festival de Cinema de Gramado é uma realização do Ministério da Cultura e da Gramadotur e uma promoção da Prefeitura Municipal de Gramado. Tem patrocínio da Oi, BNDES, Stella Artois e Petrobras, e copatrocínio do Banrisul. Apoio especial: DUOCASA. Apoio: Oi Futuro, Nikon, Caracol Chocolates, Snowland, Cristais de Gramado, PRAT-K, Stemac, CiaRio, O2 PÓS, Canal Brasil, TVCOM, RBSTV, Revista de Cinema, TVE, Hotel Serra Azul e Unimed. Apoio institucional: Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, ACCIRS, APTC, Fundacine, IECINE, SIAV E Corsan. Transportadora oficial: Avianca. Agência oficial: Vento Sul. Agente Cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento do Pró-Cultura RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Ministério da Cultura, Governo Federal, Brasil Pátria Educadora.

Fonte: Site do Festival

Prepare-se, vem aí a 7ª edição do Festival Assim Vivemos

A cada ano que realizamos o Assim Vivemos, nos surpreendemos com a impressão de que existe uma grande sintonia mundial, pois recebemos levas de filmes sobre um mesmo tema, produzidos nos mais distantes lugares, sem que um saiba da existência do outro.

Festival VerOuvindo

Entre os dias 8 e 12 de abril será realizado, na capital pernambucana, o festival VerOuvindo – 2° Festival com Audiodescrição do Recife, que reunirá filmes editados com audiodescrição e com tradução em libras. As sessões serão gratuitas e acontecerão no Cinema São Luiz do Museu Cais do Sertão, na Avenida Alfredo Lisboa, s/n°.

Festival Melhores Filmes de 2014: acessibilidade total, como sempre

Chegamos a 41ª edição do Festival Sesc Melhores Filmes. Os 376 filmes – 105 nacionais e 271 estrangeiros – lançados em 2014 estiveram na disputa pelos prêmios em 2015. O Festival Sesc Melhores Filmes é o mais antigo festival de cinema da cidade de São Paulo. Criado em 1974, oferece a oportunidade ao público de ver ou rever o que passou de mais significativo pelas telas da cidade no ano anterior ao evento, a preços populares. E agora com sua sala totalmente renovada.