Postagens do assunto: Ópera

Amazonas: Audiodescrição e tradução por libras serão oferecidos nessa sexta-feira na ópera “Yerma”, do XIV FAO

XIV Festival Amazonas de Ópera – Yerma – Ópera para todos. Este é o objetivo do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Cultura, que este ano volta a oferecer o serviço de Audiodescrição, no XIV Festival Amazonas de Ópera, e lança a tradução por Libras, com o objetivo de aproximar as pessoas com necessidades especiais a esse grande evento cultural do Estado.

Ópera Tosca: apresentação com audiodescrição no Teatro São Pedro

A temporada lírica 2010 do Theatro São Pedro tem início com a Ópera Tosca. A produção tem direção cênica de Fernando Bicudo e foi escrita por um dos maiores compositores italianos do século 20. Com cinco apresentações, a composição de Giacomo Puccini conta ainda com recurso da audiodescrição para portadores de deficiência visual.

Barbeiro de Sevilha com audiodescrição no Theatro São Pedro

"O cenário está com a cortina fechada. Um homem, vestido de branco, segura o chapéu. Ele canta dolorosamente uma história de amor e traição". A voz de Marli Nunes, audiodescritora do Instituto Vivo, revela a primeira cena de I Pagliacci (ópera O Barbeiro de Sevilha, do compositor napolitano Ruggero Leoncavallo) aos 15 deficientes visuais na plateia do Theatro São Pedro. A iniciativa é resultado de parceria entre a Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa) e a operadora de telefonia móvel Vivo, que oferece 15 pares de ingressos gratuitos para esse público nos dias de apresentação.

Feedback de Laercio Sant’Anna para a apresentação da ópera Pagliacci

Na última quarta-feira (11/11) às 20:30, as cortinas do Teatro São Pedro se abriram para trazer ao público paulista a ópera mais famosa do compositor italiano napolitano Ruggiero Leoncavallo Pagliacci. Escrita em 1892, segundo o libreto que recebi escrito em um ótimo Braille, quando tive a satisfação de assistir à este espetáculo, é um dos mais significativos exemplos do Verismo, corrente estética italiana que busca levar ao palco a realidade do cidadão comum.