Postagens do assunto: Outros

Como é a sua maçã?

É provável que a maioria das pessoas tenha certa dificuldade de entender o que um cego vê, principalmente porque a ideia é de que a cegueira reproduza uma escuridão, um vazio, a total ausência de luz. Cegueira é, para o senso comum, o antônimo de enxergar. Por isso ainda existem melindres sobre o uso da palavra "ver" em um diálogo com uma pessoa com deficiência visual. Se consultarmos um dicionário temos, dentre outras definições, que enxergar também significa descortinar, observar, perceber, notar, adivinhar e por aí vai. Conclui-se, então, que um cego também "vê", "enxerga" o mundo de uma maneira bem peculiar, já que o acesso às informações chega por outros canais.

Aacessibilidade não é privilégio, é direito

Desde março, a jornalista Melina Cardoso se prepara para colocar em prática o aprendizado sobre acessibilidade em peças audiovisuais. Na última terça-feira (9/9), a TV Folha exibiu a primeira reportagem dela com audiodescrição e legendas, tendo como personagem o radialista Alberto Pereira, que conta a história do cão-guia Simon, que está próximo de se aposentar.

Liberato e Tagarellas criam Laboratório de Audiodescrição

Com o objetivo de desenvolver experiências na formação de audiodescritores e consultores em AD, através da parceria estabelecida com a Tagarelas AD, ocorreu, no dia 17 de janeiro, na Incubadora Tecnológica Liberato (ITEL), um encontro que reuniu as integrantes da Tagarelas, Marcia Caspary e Mariana Baierle, o Diretor Executivo da Liberato, Leo Weber, e os colaboradores da ITEL, Elemar Schneider, Cícero Teixeira, Deise Gabriela Bays e Jader Bernardes.

Conselho curador da EBC escolherá novos membros

O Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) publicou hoje, 14, no Diário Oficial da União> o Edital da Consulta Pública que escolherá cinco novos membros para o colegiado.

Prêmio Acessibilidade da São Paulo Escola de Teatro

Promover o debate e premiar profissionais e ações voltadas à acessibilidade é a proposta do Prêmio Acessibilidade 2013, promovido pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. O Prêmio é dividido em cinco categorias: Artes do Palco, Políticas Públicas, Cidadania, Equipamentos Culturais e Personalidade do Ano. Cada uma delas tem 10 nomes, indicados por um júri composto por sete nomes de diversas áreas. A votação estará aberta até o dia 31 de janeiro pelo site da Escola. Já a entrega do prêmio acontecerá no dia 18 de março, em um evento realizado na Sede Roosevelt da Instituição.

Projeto Um Olhar para a Cidadania: vale a pena conhecer

O projeto "Um Olhar para a Cidadania" pretende, através da comunicação, empoderar as pessoas com deficiência visual, para que eles, sem a necessidade de mediação, pautem, debatam e provoquem reflexão na sociedade sobre os seus deveres e direitos (cidadania).